Publicidade
Esportes
Craque

Marco Antônio Teixeira: 'Fui o único a ser demitido da CBF'

Tio de Ricardo Teixeira, que deixou a secretaria geral da entidade em fevereiro, disse que "há coisas que estão por acontecer" 15/03/2012 às 10:48
Show 1
Marco Antonio Teixeira: 'Minha saída da CBF não foi por questão de capacidade'
Lance ---

Tio de Ricardo Teixeira, demitido da secretaria geral da CBF no início de fevereiro após ocupar o cargo desde o primeiro mandato do sobrinho, Marco Antônio Teixeira falou sobre a mudança no comando da entidade.

- Neste episódio todo o que eu vi é que eu fui o único demitido. Não quero falar nada, mas sei que minha saída não foi por questão de capacidade - disparou, questionando a permanência de outros dirigentes na cúpula da CBF.

Marco Antônio afirmou que "por ora não quer se manifestar até que ocorram certas coisas que estão para acontecer". A indefinição do futuro da CBF o aproximou das entidades que desejavam a convocação de eleições caso Ricardo deixasse o cargo, conforme o LANCENET! noticiou no dia 23 de fevereiro.

Ter se juntado a elas pode ter sido decisivo para sua demissão. A briga de poderes fez com que Marco Antônio ouvisse de Ricardo Teixeira que sua saída fazia parte do processo de desligamento da entidade. Foi o tio do ex-presidente da CBF que avisou as federações da saída do ex-presidente da CBF.

A "Folha de S. Paulo" noticiou à época que Ricardo havia indentificado em seu tio o motivador da rebelião, e teria inclusive adiado o anúncio de sua renúncia para tentar controlar o movimento que exigia eleição para a escolha de seu sucessor. José Maria Marin, vice-presidente mais velho, acabou assumindo o cargo.