Publicidade
Esportes
Craque

Martelo batido: reunião entre clubes e FAF decide que Barezão 2016 será no segundo semestre

Conselho arbitral da Federação confirmou que o Campeonato Amazonense do ano que vem acontecerá logo após o Torneio Olímpico de Futebol dos Jogos Olímpicos Rio 2016  28/11/2015 às 14:36
Show 1
Presidente da FAF comunicou a realização do Barezão 2016 no segundo semestre do ano que vêm
Anderson Silva Manaus (AM)

A temporada 2016 do futebol amazonense ganhou um novo calendário. Em reunião de mais de duas horas na sede da Federação Amazonense de Futebol (FAF), na tarde desta quarta-feira (25), entre clubes e o presidente da entidade, Dissica Valério, foi  oficializado a realização do Campeonato Amazonense no segundo semestre.

“Foi definido pela maioria que o campeonato vai ser no segundo semestre. Fizemos as ponderações e os clubes, as suas, e ficou definido o Estadual em agosto”, disse  presidente da FAF, Dissica.

Se antes o principal problema era a entrega dos estádios para os organizadores das Olimpíadas, o motivo apresentado passou a ser financeiro.

“Temos que entender e compreender que o problema é financeiro. Depois de solucionar o problema de campo (por conta das Olimpíadas) no primeiro semestre, entrou o problema de recurso. É difícil eu querer impor uma competição sabendo que os clubes vão estar fragilizados e não terão condições de fazer uma boa equipe”, afirmou o presidente.

 Dos 14 clubes presentes na reunião, Rio Negro, Holanda, Nacional, Princesa do Solimões e Iranduba foram as equipes que discordaram, por meio de votação, do Estadual no segundo semestre.

“Aqui é o único lugar do Brasil que o campeonato é no segundo semestre, tirando o Amapá. Mas como é a democracia nos posicionamos ao contrário em razão do estádio que não tínhamos, mas agora tem. E com menos de três meses não tem como fazer um campeonato. O Governo está falido. Não vamos ter ajuda do Governo”, setenciou o presidente do Rio Negro, Thalles Verçosa.

Vaga na série d 2017

O presidente da FAF afirmou na coletiva que não vai aceitar um represente para a Série D 2017 que não saia antes do dia 31 de outubro. A data dada pela Confederação Brasileira de Futebol (FAF) é a limite para as federações indicarem os seus representantes para a disputa da quarta divisão.  “A federação não indicará se não for o campeão. Se não houver o campeão até o dia 31 de outubro a federação vai indicar o Nacional. Está definido!”, alertou Dissica.