Publicidade
Esportes
Craque

Martins Vical x Puraquequara e Arsenal x Amigos do TTA duelam por vaga na decisão

O último passo antes de garantir o ingresso no salão principal da festa. A força do elenco é a maior aposta do time do técnico Carlos Prata. Do Martins Vical 02/02/2013 às 12:13
Show 1
Peladão 40 anos
Acritica.com Manaus (AM)

Quatro times disputam hoje à tarde, no estádio Roberto Simonsen, do Sesi, quem terá o direito de entrar em campo, no dia 17, para o jogo que decide o campeão da edição dos 40 anos do Peladão. Os dois primeiros concorrentes entram em cena às 14h30. Puraquequara F.C e Martins Vical abre a rodada dupla, que encerra às 16h30 com Arsenal e Amigos da TTA.

O Puraquequara vem da Zona Leste. O time de uniforme preto e branco que, no começo da competição, poderia ser apontado como zebra. O Puraquequara chega à reta decisiva da competição de forma invicta, com nove jogos, oito vitórias, um empate e 36 gols marcados. Mobilizada em torno da equipe, a comunidade promete comparecer em peso para o jogo de logo mais.

Empurrados pela Liga das Torcedoras do Puraquequara, o time do treinador e presidente, Klinger Costa, aproveitou a semana de folga para acertar os último detalhes para a importante semifinal de hoje no estádio do Clube do Trabalhador do Sesi, no Aleixo.

“Estávamos treinando muito forte neste período que não houve jogo. Estávamos realizando um trabalho tático e físico, para que os jogadores possam fazer uma boa partida e suportar a forte marcação deles (Vical)”, disse ele.

Experiência que vem do futebol profissional, Prata conseguiu acalmar os nevos dos jogadores, que defendeu um clube acostumado a investir no Peladão e não colher resultados.

O goleiro Weber, velho parceiro de Carlos Prata na equipe do São Raimundo, aposta suas fichas na tranqüilidade que vem tomando conta do time nos momentos de decisão. “Deus tem sido a minha força e tem me ajudado muito. Tenho treinado e me preparado bastante para esse jogo e tenho certeza que no tempo certo colheremos os frutos disso”, disse.

O Martins Vical também vem para a semifinal com retrospecto de respeito. Com 100% de aproveitamento, o time venceu os noves jogos que disputou, marcou 38 gols e sofreu apenas três gols.

Experiente, Carlos Prata vem preparando o time para uma possível cobrança de pênaltis, situação que aconteceu nas quartas de final deste Peladão 40 Anos, que é organizado pela Rede Calderaro de Comunicação (RCC). “Pelo que vi do Puraquequara não temos como imaginar facilidade. Disse aos jogadores que agora, na hora da decisão, vai vencer quem tive mais vontade”, falou.

Os protagonistas Martins Vical, Puraquequara, Arsenal e Amigos do TTA prometem fortes emoções hoje nos confrontos para ver quem estará na final da categoria Principal do Peladão 40 Anos.