Publicidade
Esportes
Craque

Ministério lança campanha sobre a Lei de Incentivo ao Esporte

Regulamentada em 2007, a lei permite que empresas e pessoas físicas invistam parte do que pagariam de Imposto de Renda em projetos esportivos nas áreas de rendimento, participação e esporte educacional 23/10/2012 às 20:24
Show 1
Hanna Rodrigues não se cansa e encara os treinos de ginástica rítmica, artística e jiu-jítsu
Acritica.com Manaus (AM)

O Ministério do Esporte lança nesta quarta-feira (24.10) a campanha de divulgação da Lei de Incentivo ao Esporte. A ideia é informar os empresários e empresas sobre os benefícios de investir em projetos esportivos aprovados pelo Ministério do Esporte.

Regulamentada em 2007, a lei permite que empresas e pessoas físicas invistam parte do que pagariam de Imposto de Renda em projetos esportivos nas áreas de rendimento, participação e esporte educacional.

“Neste ano, a Lei de Incentivo ao Esporte captou o maior valor anual desde sua criação: foram 200 milhões destinados aos projetos, o que mostra o potencial de crescimento da lei. O objetivo desta campanha é ampliar o alcance da legislação junto aos empresários e apresentar as facilidades do processo e os seus benefícios”, afirmou o assessor de Incentivo e Fomento ao Esporte, Paulo Vieira, ressaltando que o país vive a década do esporte e que é importante para os empresários conhecer projetos nos quais possam investir.

Pela Lei de Incentivo, as empresas podem destinar até 1% do valor do Imposto de Renda e ainda acumular com investimentos proporcionados por outros dispositivos legais. O teto para pessoas físicas é de 6% do IR.

Crescimento

Desde que entrou em vigor, a Lei de Incentivo já destinou R$ 650 milhões a 1.852 projetos. Só em 2011, foram R$ 219,5 milhões, 20% a mais que em 2010 (R$ 191,9 milhões), o dobro de 2009 (R$ 110,8 milhões) e 331% a mais que o primeiro ano, 2007 (R$ 50,9 milhões).

O número de empresas que investem no esporte por meio da lei também só aumenta. As 1.503 empresas de 2011 são mais que o dobro de 2009 (645). Em 2010, 1.226 empresas patrocinaram projetos da Lei de Incentivo; em 2007, foram 54. As entidades que apresentam projetos e conseguem captar os recursos disponibilizados por ela ainda dobraram nos últimos dois anos. Em 2011, foram 349; 172 em 2009; e 12 em 2007.