Publicidade
Esportes
Craque

MMA: A nova ‘paixão nacional’ toma conta das ruas de Manaus

Camisetas e bonés de marcas utilizadas pelos lutadores do UFC já são “peças comuns” no vestuário 14/07/2012 às 18:21
Show 1
É grande o número de produtos alusivos a Mixed Martial Arts (MMA)
Adan Garantizado Manaus

Não há dúvidas de que o MMA virou “febre” no Brasil nos últimos três anos. Lutas como a de Anderson Silva e Chael Sonnen realizada no final de semana passado, são capazes de fazer o País “parar” para acompanhar, torcer e “cornetar”. Movimento que antes ficava restrito ao futebol. E a nova “paixão nacional” está tomando conta das ruas. Camisetas e bonés de marcas utilizadas pelos lutadores do UFC já são “peças comuns” no vestuário. Em Manaus a “onda” também está crescendo. A equipe do CRAQUE preparou um pequeno “roteiro” para quem deseja se “equipar” tal como um dos guerreiros do Ultimate Fighting.

Referência em artigos esportivos na cidade, a loja Centauro, no Manauara Shopping, viu seu estoque de materiais de MMA se esgotar rapidamente na última semana, por conta do UFC 148. A loja vende materiais para a prática do esporte, como protetores bucais, luvas, sacos de boxe, manoplas, bandagens tornozeleiras e até tatames.

As camisetas com o logotipo do UFC ou com a imagem dos lutadores também estão dominando as prateleiras. Por serem produtos oficiais, os preços são “salgados”. As camisetas, por exemplo, variam entre R$ 60 e R$ 100. “Muita gente que está iniciando no esporte procura a gente aqui. Realmente ninguém jamais imaginou que o MMA virasse essa febre toda”, contou o visual merchandising da Centauro, Felipe Fayal.

Contando com um quiosque no Manauara e outro no Amazonas Shopping, a Sankaku é especialista em produtos de MMA. Além das bermudas (R$ de 99 a R$ 209) e camisetas (que vão de R$ 69 a R$ 159), a loja oferece, por R$ 100, bonecos dos lutadores do UFC.

“Os bonecos do Anderson e do José Aldo não passam dois dias aqui. É impressionante como vende. Nosso quiosque não faz menos de R$ 1.500 por dia”, explicou o vendedor Felipe Rego, que curiosamente também é lutador de MMA.

Ocupando espaço do futebol
Quem está sem muita grana no bolso mas também quer entrar “na moda” do UFC pode encontrar opções mais acessíveis no Centro da cidade. Na loja Ralf Tatoo, na avenida Getúlio Vargas, camisetas do Ultimate Fighting podem ser encontradas pela “bagatela” de R$ 60. Os bonés custam R$ 50. Segundo a vendedora Maria da Silva, cerca de 20 camisas são comercializadas por dia no local. Os números aumentam quando há uma grande luta no UFC. E o “fenômeno” do MMA chegou, inclusive, aos ambulantes espalhados pelo Centro da cidade.

O espaço antes ocupado por “réplicas” de uniformes de futebol ou camisetas de marca, agora conta com peças relacionadas ao ambiente da “porradaria”. As camisetas regatas são as mais compradas. Elas custam em média R$ 15. Já os bonés com a logomarca do evento de Dana White são oferecidos por R$ 10. “Estamos vendendo bastante coisas sobre o UFC. Passei a gostar do evento também de uns tempos para cá”, confessou o ambulante Carlos Almeida.