Publicidade
Esportes
Craque

Na estreia de Ganso, São Paulo vira e vence o Náutico com Morumbi lotado

O São Paulo ainda enfrenta a Ponte Preta e o Corinthians no encerramento do Brasileiro. Tricolor também está na Sul Americana e joga  contra a Universidade Católica, do  Chile 18/11/2012 às 17:04
Show 1
Lucas briga pela bola contra o Náutico
Carlos Eduardo Souza MAnaus (AM)

O público no Morumbi - 62.207 - resume o momento especial vivido pelo São Paulo. Uma torcida que olha para o campo e tem orgulho dos jogadores que estão vestindo essa camisa. Hoje, lotaram para ver a estreia de Paulo Henrique Ganso, que tem tudo para se transformar em um ídolo.

Com a bola rolando, o camisa 8 viu como tem de se fazer.  Na festa para o novo reforço, Rogério Ceni e Luis Fabiano, ídolos maiores dessa geração, marcaram os gols da vitória de virada sobre o Náutico por 2 a 1, na tarde deste domingo, pela antepenúltima rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Tricolor subiu para 62 pontos e poderá garantir a classificação para a Libertadores no término dessa rodada. O Botafogo, com 54 pontos, ainda enfrentará o Sport, fora de casa. Se não vencer, o São Paulo estará automaticamente classificado para a principal competição continental.

SEM GOLS

O São Paulo começou o jogo embalado com o apoio da torcida, que bateu mais um recorde na temporada. Mesmo assim, a equipe paulista encontrou pela frente uma retranca da equipe do Náutico. Durante toda a primeira etapa, o Tricolor encontrou muitas dificuldades para entrar na área adversária.

As principais chances do São Paulo saíram dos pés de Lucas. Ao sete minutos, o camisa 7 tentou de fora da área, mas sem muito perigo. O meia-atacante também tentou outra no fim do primeiro tempo e, dessa vez, a bola passou muito perto do gol. Por muito pouco o Tricolor não abriu o placar.

ESTREIA COM FESTA

No início do segundo tempo, Rhodolfo cometeu falta na entrada da área. Na cobrança, o volante Souza venceu Rogério Ceni e abriu o placar no Morumbi. Mesmo com o gol, a torcida não deixou de apoiar o time e começou a gritar incentivando os jogadores em campo.

Artilheiro é artilheiro e Fabuloso não decepciona. Aos nove minutos, Osvaldo cruzou na medida para Luis Fabiano, que tocou de cabeça para marcar o gol de empate. Explosão em dose dupla para a torcida, já que Paulo Henrique Ganso foi a campo no minuto seguinte no lugar de Jadson.

De um ídolo para o outro. Se Fabuloso marcou o primeiro, Rogério Ceni se encarregou de fazer o segundo. Aos 24 minutos, o camisa 9 foi derrubado dentro da área. Na cobrança, o M1TO mostrou a mesma calma e categoria de sempre para fazer mais um gol com a camisa do São Paulo. Festa total no Morumbi. Aos 30, Ganso deu o primeiro chute pelo Tricolor e quase marcou.

Aos 41 minutos, Osvaldo deu lugar a Cícero. Com o apoio da torcida, mais uma vez fundamental, o Tricolor virou diante da boa retranca do Náutico. Paulo Henrique Ganso mostrou que será muito útil ao time. Fabuloso e o M1TO provaram, mais uma vez, que são ídolos de toda uma torcida. Momento excelente para o Tricolor, que ainda está na semifinal da Sul-Americana.

REAPRESENTAÇÃO

O elenco são-paulino voltará a treinar na tarde desta segunda-feira, no CT da Barra Funda. Na próxima quarta-feira, o Tricolor vai ao Chile enfrentar a Universidad Católica, em Santiago, pela primeira partida das semifinais da Copa Sul-Americana.