Publicidade
Esportes
PRIMEIRO PASSO

Nacional estreia na Série D com vitória por 3 a 0 em cima do São Raimundo-RR

Com gols de Guigui, Danilo Galvão e Fininho, Naça encerra o domingo como líder isolado da chave 23/04/2018 às 07:08 - Atualizado em 23/04/2018 às 07:38
Denir Simplício Manaus (AM)

O Nacional estreou com o pé direito sua caminhada em busca do acesso à Série C do Brasileirão. O Leão bateu o São Raimundo-RR por 3 a 0 na tarde deste domingo (22), no estádio da Colina, e conquistou os primeiros três pontos no Grupo 3 do torneio. 

Com gols de Guigui, Danilo Galvão e Fininho, o Naça bateu até com certa tranquilidade o Mundão, e, com o empate entre São Raimundo-PA e Real Riquemes (1 a 1), em Santarém, o Leão da Vila Municipal é líder isolado da chave. 

Na próxima rodada, o Nacional vai até o estádio Valerião, em Rondônia, onde encara o Real Ariquemes. Já o São Raimundo-RR encara o homônimo, no Pará. 

Como toda estreia, o duelo entre Nacional e São Raimundo-RR começou nervoso e ambas as equipes optaram pela cautela em campo. Até os 10 minutos de jogo o lance de maior perigo foi uma cabeçada de Danilo Galvão do Naça que foi desviada pela defesa do Mundão. 

O jogo seguia sem emoções até os 17min, quando Fininho cobra falta na área do São Raimundo. A defesa do Mundão desvia mal, a bola bate na trave esquerda do goleiro Diego e o zagueiro Guigui mergulhou pra abrir o placar pro Leão da Vila Municipal. 

Depois de largar na frente, a equipe do Naça se postou mais em seu campo defensivo e deu espaços ao São Raimundo. Até então um mero observador da partida o goleiro Marcelo Valverde trabalhou pela primeira vez somente aos 27 minutos de jogo. O volante Igor tabelou com o lateral esquerdo André e chutou de longe para defesa tranquila do arqueiro nacionalino. 

O Leão retoma as ações do jogo e aos 40 minutos o Naça volta a pressionar o Mundão. Fininho cobra escanteio pelo lado esquerdo do ataque nacionalino, a defesa do São Raimundo bate cabeça e a confusão está armada. A bola volta pros pés de Fininho que cruza com perfeição para cabeçada mortal de Danilo Galvão que aumenta o placar pro Nacional: 2 a 0.

Segundo Tempo 

A partida mal reinicia e a torcida do Leão leva o maior susto no duelo até então. O ataque do Mundão cruza bola despretensiosa na área do Naça e o zagueiro Jeferson Siqueira corta mal. A bola resvala no travessão e quase mata o goleiro Valverde do coração. 

Após o susto, a equipe nacionalina retomou as rédeas do jogo. Aos 12min, Paulo Roberto e Fininho trocam figurinhas pelo lado esquerdo do ataque do Leão até Paulo Roberto avançar e bater com categoria no lado oposto do goleiro Diego, mas a bola explode na trave. Dois minutos depois foi a vez de Fininho cobrar falta forçando o camisa 1 do Mundão a fazer bela defesa. 

O Leão estava voraz e pressionava em busca do terceiro gol. Aos 16min, o volante Baé recebe no meio e chuta forte, mas a bola vai na trave mais uma vez. 
Mostrando pouca ofensividade, o São Raimundo só voltou a mostrar perigo ao Naça aos 23 minutos. O lateral direito Luã arrisca de longe e obriga Valverde a fazer bela defesa. 

O Leão matou o adversário aos 35 minutos quando a zaga do Mundão mete a mão na bola e comete pênalti. Melhor em campo ao lado de Guigui, o meia Fininho bate com frieza e aumenta o marcador pra 3 a 0.

Aos 41min, o Mundão ainda tenta diminuir o prejuízo. Ray chega na linha de fundo e cruza para Derik que toca na saída de Valverde. O camisa 12 do Leão mostra porque é um dos melhores atletas do Leão e evita o gol dos roraimenses. 

Depois disso, o Naça ainda perdeu boas oportunidades de aumentar o placar, principalmente com Charles, mas ficou nisso. Bom início de campanha do Nacional em sua sexta participação no Brasileiro da Série D. 

Publicidade
Publicidade