Publicidade
Esportes
Craque

Nacional vai utilizar tecnologia para mapear jogadores em treinamentos

Preparador físico vai usar quatro aparelhos de GPS para medir a velocidade e desclocamento dos atletas durante o treino. Aparelhos são importados 25/01/2013 às 18:44
Show 1
Rafael Daltro, preparador fisico do Nacional
Carlos Eduardo Souza Manaus (AM)

O preparador físico do Nacional Rafael Daltro vai usar a tecnologia para mapear os passos dos jogadores durante os treinamentos. Quatro aparelhos de GPS foram importados para saber toda a `vida´ do jogador em campo.

Dos jogadores que estão no elenco, alguns estão treinando há três semanas e isso facilita o trabalho do preparador físico Rafael Daltro. Segundo ele, o Nacional está no caminho certo, porque a pré-temporada tem sido bem feita, principalmente porque há tempo de sobra.

“Temos um trabalho sendo feito para ser aproveitado durante o ano. Os jogadores estão com três semanas trabalhando e os que chegaram por último estão trabalhando à parte para adquirir a melhor forma e passar a treinar com os demais”, disse Rafael.

Segundo ele, o calor de Manaus atrapalha, mas a maioria dos jogadores já está adaptada e está sendo feito um trabalho científico para aproveitar o máximo do potencial físico de cada jogador, sem desgastar. Rafael destaca ainda que desde o primeiro dia de treino os jogadores trabalham com bola.

Calor de Manaus obriga o jogador a tomar muita àgua durante os treinos

“Desde o primeiro dia estamos trabalhando com bola. Hoje o trabalho é feito de acordo com o esporte que o atleta vai praticar. Acabou aquela corrida à longa distância ou tiro de cinco mil metros. Isso já passou no futebol. Estamos preparando um atleta de alto rendimento para dar resultado em campo”, afirmou.

O trabalho é intenso dentro de fora do campo. Os atletas são acompanhados por uma nutricionista e cada atleta é pesado antes e depois do treino para detectar a perda ou ganho de peso no dia a dia.

“Pesamos o atletas antes e depois dos treinos. Dependendo do que ele perder  vamos repor com o suplemento adequado. Tem jogador que perde muita massa durante um treino e temos que acompanhar de perto”, comentou.

Quanto ao tempo de preparação, Rafael diz que o Nacional poderá enfrentar qualquer time de igual para igual, porque os jogadores têm um currículo invejável. Segundo ele, o fato de  a maioria ter jogado a Série B do Brasileiro, os capacita para fazer uma grande campanha com o Nacional.

“Apesar de não estar jogando nós estamos com uma preparação melhor, porque tivemos e estamos tendo tempo. Conhecendo cada jogador e sabemos o que vamos extrair dele durante os treinos”, disse Rafael Daltro.


Quanto ao GPS, alguns clubes no futebol brasileiro como São Paulo, Santos e Corinthians já usam o aparelho. Segundo ele o Nacional terá quatro aparelhos, o que será suficiente para mapear os passos os jogadores dentro de campo.

“Vamos ter a velocidade máxima, tempo de treinamento e o que o jogador percorre durante o treino. Hoje quem usa isso são times de ponta. O Nacional está fazendo um trabalho de alto rendimento mesmo”, concluiu.

O Nacional estréia no campeonato Amazonense dia 16 de fevereiro contra o Rio Negro no Estádio do SESI. O time ainda vai jogar a Copa do Brasil e a Série D do Brasileiro