Publicidade
Esportes
Craque

Nacional x Princesa do Solimões: Quem é o mais forte?

Nacional recebe o Princesa do Solimões, no Sesi, na grande decisão da Taça Amazonas 17/03/2012 às 11:54
Show 1
Amaral durante treino no CT do Nacional, em Manaus
Adan Garantizado Manaus

O Estádio Roberto Simonsen (Sesi) será transformado em um grande “tabuleiro de xadrez” hoje às 15h. A diferença é que ao invés do tradicional preto e branco, as peças vestirão azul e vermelho. Nacional e Princesa colocam seus peões, torres, cavalos e bispos em campo, para tentar dar “xeque-mate” no adversário e se tornar o “Rei” do primeiro turno do Campeonato Amazonense 2012. 

Por ter vencido o 1º round  no sábado passado, em Manacapuru, o Naça colocou a dama do Tubarão em “xeque” e será campeão mediante qualquer empate. Mas, o Princesa teve uma semana para pensar em uma “estratégia de fuga” e armar o bote certo para “cercar” a rainha do Leão. A vitória da equipe do interior por qualquer que seja o placar, levará o jogo para os pênaltis. A TV A Crítica transmite todos os movimentos do tabuleiro. 

Léo Goiano e Aderbal Lana terão que “incorporar” Garry Gasparov (o maior enxadrista de todos os tempos) durante os 90 minutos de jogo para deixar o Sesi como campeão. A ausência de algumas peças nojogo de hoje forçou os comandantes a mudar a estratégia de seus movimentos e deve apimentar ainda mais o duelo tático entre a dupla. 

No Naça, o artilheiro Leonardo e o meia Thiago Mariano seguem vetados. A dupla ainda sente as lesões que os tiraram dos últimos jogos do Leão, que já havia ficado de fora da parti da contra o Coritiba, no meio de semana, ainda sentem lesões. Carlos Henrique, suspenso também não joga. Goiano deve posicionar seus “peões” da mesma forma que iniciou o jogo contra o Coxa, com três zagueiros e apenas Charles no ataque.

Já o Princesa enfrenta a “escassez” de defensores. A dupla de zaga titular, Bigu e Piru estão suspensos e o volante Batista lesionado. Após quebrar muito a cabeça, Aderbal Lana vai improvisar o lateral Fernando, ao lado de Cauê na “cozinha” do Tubarão. Só que ao contrário do silêncio do xadrez, os movimentos de Lana e Léo Goiano serão acompanhados de muito barulho das arquibancadas já que a  final deve atrair bom público.