Publicidade
Esportes
Craque

Ney Franco só definirá titulares do São Paulo em Curitiba

Técnico analisará a recuperação física dos atletas após viagem desgastante ao Equador. Time quer vencer o Coxa e torcer por empate ou derrota do Vasco 28/09/2012 às 17:01
Show 1
Ney Franco, técnico do São Paulo
Acritica.com Manaus (AM)

Depois da desgastante viagem no retorno de Loja, no Equador, o elenco são-paulino foi dispensado do treinamento desta sexta-feira. Na manhã deste sábado, no CT da Barra Funda, Ney Franco comandará o único treino para partida contra o Coritiba, domingo, no Couto Pereira, pelo Campeonato Brasileiro.

Com problemas no meio de campo, o comandante são-paulino só definirá a equipe titular em Curitiba. Ney Franco irá analisar a condição física de cada jogador para formar os 11 titulares. Mas, segundo o próprio treinador, a equipe não deverá sofrer muitas mudanças.

"Fizemos um bom jogo contra a LDU e conseguimos um bom resultado. Agora temos de mobilizar o grupo para o jogo contra o Coritiba. Estamos em processo de recuperação física para que possamos fazer um jogo forte. Temos de ir lá e tentar mais uma vitória para chegar o mais rápido possível no G4", disse Ney Franco.

"Perdemos dois volantes para essa partida. Temos um treinamento neste sábado, mas não vou definir o time, farei isso apenas em Curitiba. Os jogadores passarão por uma avaliação para ver quem está melhor fisicamente, mas vamos mexer pouco na estrutura da equipe", completou o treinador.

Para encarar os paranaenses, Ney Franco não contará com os volantes Denilson e Wellington. A dupla recebeu o terceiro cartão amarelo na partida contra o Cruzeiro, no Morumbi, e terá de cumprir suspensão automática. Na vaga de Denilson, titular do time, Casemiro e Paulo Assunção são os mais cotados.

Com 42 pontos, o Tricolor está na quinta colocação na tabela do Brasileiro, dois pontos a menos que o Vasco, o último no G4. Depois de cerca de 40 horas de viagem para ir e voltar do Equador, o São Paulo volta as atenções para o Campeonato Brasileiro e terá de superar o desgaste para seguir na luta pelo G4.