Publicidade
Esportes
Craque

Ney Franco, técnico do São Paulo, revela o sonho de Lucas

Já com a vaga garantida na final da Sul-Americana, o São Paulo conhecerá nesta quinta-feira o adversário na decisão. O Millonarios receberá o Tigre na Colômbia. No jogo de ida, na Argentina, empate sem gols entre as equipes 29/11/2012 às 17:22
Show 1
Ney Franco, técnico do São Paulo
Acritica.com Manaus (AM)

Qual seria o grande desejo do meia-atacante Lucas neste fim de temporada? O técnico Ney Franco sabe muito bem e, se depender dele, o camisa 7 são-paulino irá conquistar. Depois da partida contra a Universidad Católica, o treinador voltou a elogiar o jogador.

Em campo, no empate que deu ao São Paulo a vaga na final da Sul-Americana, Lucas foi um dos destaques da equipe, apesar das constantes faltas dos chilenos. No entanto, o camisa 7 não se intimidou e depois da partida disse que dará seu sangue se for preciso para conquistar o título.

"Antes do jogo, o Lucas pediu a palavra. Muito emocionado, ele falou que não queria nem saber se tem compromisso com outro clube, que até colocava a perna em troca do título. No CT, ele tem o sonho de ter um quadro de campeão. Ele tinha tudo para estar desfocado, mas é um dos mais envolvidos", ressaltou Ney Franco.

No início de 2013, Lucas irá se apresentar ao PSG da França, mas não quer sair sem colocar um quadro na parede do CT, onde estão grandes jogadores e conquistas do clube. E não foi só Ney Franco que enalteceu o futebol do meia-atacante.

O goleiro Rogério Ceni não poupou elogios ao amigo. Para o M1TO, Lucas é grande parte da equipe são-paulina e já começa a se preocupar com uma formação sem ele em campo na próxima temporada.

"O Lucas hoje vale 40% do nosso time. Com ele em campo, todos somos coadjuvantes. É um caso seríssimo para se pensar para 2013. Espero que a gente consiga compensar de alguma maneira", completou o capitão do Tricolor.

Já com a vaga garantida na final da Sul-Americana, o São Paulo conhecerá nesta quinta-feira o adversário na decisão. O Millonarios receberá o Tigre na Colômbia. No jogo de ida, na Argentina, empate sem gols entre as equipes.