Publicidade
Esportes
Craque

No primeiro dia de julgamento no TJD-AM, diretor do Fast pega suspensão de 90 dias e multa de R$3 mil

Tribunal formado por novo colegiado voltou a julgar as causas do futebol após dois anos de inatividade. Dez processos foram julgados. Maioria estava prescrito 27/11/2015 às 23:17
Show 1
Tribunal voltou a funcionar depois de dois anos sem realizar julgamentos
Anderson Silva Manaus (AM)

A noite desta sexta-feira (27) foi de avanço para o futebol amazonense. Depois de dois anos de inatividade por falta de local para julgamento, o Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas (TJD-AM) voltou a realizar uma audiência.  Em local improvisado, em uma sala de aula da Escola do Legislativo, na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), 10 processos foram julgados pela Primeira Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva.

Em meio à pilha processos prescritos – passado do tempo de ir á juízo –, mas julgado para ganhar a validação, o caso envolvendo o diretor de futebol do Fast, Thiago Durante,  recebeu total atenção. O dirigente foi julgado no §1º do Art. 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por ofensas e insultos a arbitragem da partida entre Operário e Fast, válido pela Copa Amazonas. O dirigente foi punido com suspensão de 90 dias e multa de R$ 3 mil. O Fast não mandou ninguém à audiência.

“Dois auditores entenderam que o valor de mil reais era o correto, dois divergiram e votaram em três mil reais e o meu voto era de cinco mil. Como meu voto foi de desempate, entendi que três mil é um valor razoável”, explicou o presidente da primeira comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva, João Paulo Monteiro de Lima.


Thiago Durante é conhecido no futebol por gerar problemas nas partidas (Foto: Anderson Silva)

“O Tribunal ponderou a questão da baixa arrecadação no futebol amazonense e não seria razoável a aplicação de uma pena tão alta como os parâmetros do nosso futebol. E se tratando de um dirigente, uma pessoa que tem que dar exemplo aos seus atletas, essa aplicação foi razoável”, alertou.

Dirigente do Fast em mais processos

Thiago Durante é citado em mais processos que ainda vão ser julgados pelo TJD-AM. O cartola, que passou a ser reincidente, poderá sofrer mais condenações ainda maiores.

“O tribunal já tem conhecimento de várias súmulas (citando dirigente), nós já temos três processos, e esse é o primeiro julgamento. E o que objetivamos, daqui pra frente, é dar uma moralidade ao futebol. Como ele (Thiago Durante) se comportou contrário a que a lei determina ele sofreu essa condenação”, afirmou João Paulo.

Processos prescritos

No total de 10 processos seis perderam a validade e foram prescritos. “Nós assumimos essa gestão do Tribunal e sabíamos da dificuldade quanto aos processos prescritos e hoje infelizmente grande parte continua nessa situação. Mas é um avanço. A próxima sessão vai ocorrer na sexta-feira”, finalizou o presidente Edson Rosas.