Publicidade
Esportes
Craque

Novo Airão é destaque no primeiro dia da Copa Indígena de Futsal

A competição prosseguiu até o fim da tarde, no ginásio Renê Monteiro, localizado na Zona Centro-Sul da capital amazonense, com a participação de aproximadamente 150 indígenas 17/04/2012 às 18:33
Show 1
As competições esportivas do Abril Cultural Indígena tem recebido o apoio de 12 acadêmicos do curso de Educação Física da Ufam
acritica.com Novo Airão

As seleções indígenas do município de Novo Airão (a aproximadamente 200 quilômetros de Manaus) foram as “sensações” dos primeiros jogos da Copa Indígena de Futsal da Região Metropolitana de Manaus. Com um padrão técnico apurado, as duas equipes não economizaram nos gols e aplicaram as duas maiores goleadas do dia: 4 a 0 sobre a Associação Amazônia Viva/Manaus (no feminino) e 11 a 1 sobre Rio Preto da Eva (no masculino).

A competição prosseguiu até o fim da tarde, no ginásio Renê Monteiro, localizado na Zona Centro-Sul da capital amazonense, com a participação de aproximadamente 150 indígenas.

O torneio faz parte da programação do Abril Cultural Indígena/2012, um evento organizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado para os Povos Indígenas (Seind) e parceiros, que foi aberto na segunda-feira (16) e se estende até o dia 1º. de maio, com atividades em Manaus e no interior do estado.

O encerramento da copa e a premiação ocorrem nesta quarta-feira, às 16h, no próprio Renê Monteiro, com apresentação cultural do grupo Bayaroá. Seis jogos ainda vão ser disputados pela manhã e mais dois à tarde. “Tudo está dentro do previsto, os times estão organizados e no clima da competição”, observou o coordenador de Cultura e Esporte da Seind, Rafael Costodio Tikuna.

Emoção de principiante

Autora do primeiro gol da competição, a estudante Camila Pimentel, 17, da Associação Waykiru, quase não conseguia falar de tanta emoção, após a partida em que a equipe dela derrotou a representante de Itacoatiara por 1 a 0. “Até agora estou tremendo de nervosismo e emoção, ao mesmo tempo”, disse a sateré-mawé, integrante da comunidade indígena localizada no bairro Redenção, na Zona Centro-Oeste de Manaus.

Esta é a primeira vez que Camila participa de um torneio oficial e, pelo que demonstrou em quadra, não vai querer ficar pelo meio do caminho na luta pelo título. “Vamos em busca da taça”, arriscou a estudante, que cursa o nono ano do ensino fundamental na escola estadual Olga Falcão.

Show de bola em família

Não é à toa que os dois times de Novo Airão se sobressaíram sobre os demais, pelo menos nesse início de torneio. Cinco integrantes de uma mesma casa fazem parte da equipe masculina, enquanto que a única mulher da família, também integra o time feminino. Jane e Jandecy Nascimento Apurinã foram os destaques das duas maiores goleadas da competição: ela marcou dois, na vitória por 4 a 0 sobre a Amazonas Viva, e ele fez quatro, na goleada por 11 a 1 sobre Rio Preto. Sobre o mais bonito, Jandecy fez questão de lembrar. “Eu consegui dar dois lençóis em dois e a bola ainda veio para o meu lado para que eu pudesse fazer o gol”, disse ele.

E foi justamente nas comemorações que Jane expressou o carinho pelo apoio que tem recebido dos irmãos, na hora de entrar em quadra. “Eles me apoiam no esporte, dão toda a atenção e, por isso, costumo retribuir fazendo aquele coraçãozinho com as mãos para agradecer na hora do gol”, resumiu ela.

Universitários apoiam

As competições esportivas do Abril Cultural Indígena tem recebido o apoio de 12 acadêmicos do curso de Educação Física, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Todos estudam no primeiro período, na área de bacharelado em Promoção, Saúde e Lazer. O trabalho deles no evento é voluntário e pôde ser notado pelos próprios indígenas, durante os primeiros jogos da Copa Indígena de Futsal. “A gente tem a missão de anotar todos os pontos para apresentá-los à coordenação no final”, explicou Sarah Kethelen, 17. “Peguei chuva na segunda-feira e não sabemos nem se vamos ganhar pontos da professora, mas o importante é a causa (apoio aos indígenas) e o fato de estarmos fazendo o que gostamos”, justificou.


Arbitragem

A comissão de arbitragem de futsal do Abril Cultural está a cargo da Secretaria Municipal de Desporto, Juventude e Lazer (Semdej). A equipe é coordenada pelo professor de educação física Eldo Gomes e composta pelos profissionais da mesma área Sonny Ferreira, Silmara Maia, Fernando Campos e Rubens Filho.