Publicidade
Esportes
Craque

Novo presidente da Confederação de Atletismo (CBAt) é eleito para mandato até 2016

José Antônio Martins foi eleito ontem com 40 votos em uma assembléia geral ordinária para comandar a modalidade em todo o país 11/02/2012 às 12:56
Show 1
Roberto Gesta (esquerda) e seu sucessor José Martins. O novo presidente quer investir na revelação de talentos.
Nathália Silveira Manaus

Atletas olímpicos, treinadores, árbitros, representantes de 26 Federações e dirigentes da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), participaram ontem da Assembleia Geral Ordinária que elegeu o mais novo mandatário da modalidade. Após 25 anos à frente da Cbat (desde 23 de janeiro de 1987), Roberto Gesta passa a pasta para José Antônio Martins Fernandes, mais conhecido como Toninho, que é o atual presidente da Federação Paulista de Atletismo. Além da indicação de Gesta, o mais novo cartola recebeu apoio e teve voto inédito de nove atletas brasileiros ganhadores de medalhas olímpicas.

Após a contagem dos votos dos 41 membros que participaram da Assembleia, a única chapa em disputa e  liderada  por Toninho foi eleita para comandar a confederação entre 2013 e 2016 por 40 votos. Além do novo mais novo dirigente, foram eleitos Warlindo Carneiro da Silva Filho, como vice-presidente, e novos membros efetivos e suplentes do Conselho Fiscal. “Confio plenamente no trabalho do Toninho, sei que posso contar com ele para tocar a Confederação  e agora estou montando um grande centro de estudos do atletismo geral e do movimento olímpico, para a publicação de obras”, disse Gesta, ao comentar sobre seus novos projetos.

Como o mais novo dirigente da entidade, Martins  explica que seu principal desafio será o período que antecederá os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. “Eu tenho uma missão muito árdua que é substituir o Gesta, que fez um trabalho muito bom e descentralizou o atletismo democraticamente, abriu novas portas. Mas, agora, o que se apresenta é um trabalho diferente. Após as Olimpíadas de Londres o que se apresenta é um  atletismo que vai ser muito mais cobrado, justamente por e ser um esporte nobre da Olimpíada. Minha missão requer muita responsabilidade”, afirmou Toninho.

Na administração de Martins, a CBAt passará  ater sua sede em São Paulo, com um escritório perto do Estádio ícaro de Castro Mello, um dos polos do atletismo na capital paulistana.

Campeões em Manaus


Nelson Prudêncio, Joaquim Cruz, Robson Caetano, Arnaldo de Oliveira, André Domingos, Edson Luciano, Vicente Lenilson, Claudio Roberto Souza  e Maurren Maggi foram os atletas olímpicos que ocuparam o salão do Rio Negro e que pela primeira vez no esporte nacional, votaram para escolha dos dirigentes de uma modalidade.

A primeira medalhista de ouro feminina do Brasil no atletismo,  Maurren Maggi, diz estar confiante e satisfeita com a eleição de Antônio Martins Fernandes. “Sem dúvida nenhuma o mandato do Toninho vai ser ótimo. Uma sequência do que o Gesta fez.  Ele vai ter muito trabalho pela frente, mas saberá levar”, comentou a tricampeão panamericana.