Publicidade
Esportes
Craque

Obidense e Gacin jogam na Colina, domingo, com transmissão da Rádio Acritica

No alto da Colina Obidense e Gacin farão o jogo principal da primeira rodada, com direito à transmissão ao vivo pela rádio Nova A Crítica FM 12/10/2012 às 13:52
Show 1
40ª edição do Peladão
Acritica.com Manaus (AM)

Quis o destino que o sorteio das chaves colocasse, frente à frente, logo na primeira rodada, dois dos mais conhecidos e populares times do Peladão. O estádio da Colina será o palco de uma batalha envolvendo Obidense e Gacin, às 11h, em partida que coloca à prova a força de dois favoritos ao título.

Apesar da tradição dentro do campeonato, esse é o primeiro confronto entre as duas equipes em 40 anos de Peladão. Pela importância do duelo, a partida foi escolhida para abrir a série de transmissões de jogos que será realizada pela rádio Nova A Crítica FM (93,1 FM).

Os dois clubes estão na chave 66 da competição, que conta ainda com o Pérola F.C., Recanto do Jacaré F.C. e o Amigos do Fabinho F.C. Tradição Há 20 anos no Peladão, o Obidense apostou em jogadores conhecidos de Manaus.

É o que garante o presidente da equipe, Dones Bentes. “A gente trabalhou em cima de peladeiros de ponta. Vários deles já foram campeões do Peladão”, avisa. Entre os destaques do time está nada menos que o volante Lima, que já brilhou nos gramados internacionais, como os da Itália, onde defendeu a Roma.

De volta ao Brasil, o atleta defendeu o Nacional, em 2011 e agora dá ainda mais peso ao Peladão. Do outro lado do campo nada de temor. O presidente do Gacin, William Barbosa, o Didi, disse saber da qualidade do adversário, mas garante que a equipe também está bem preparada.

“O Obidence é um dos clubes que mais investiu para o Peladão. Mas nós estamos fazendo um trabalho forte, e eles sabem que vão encontrar uma pedreira também. Já tiramos grandes times do Peladão, como o 3B e o Compensão. Estamos preparados também”, previne.

Didi depositada nos pés do experiente Zagueiro Lourão a esperança de sucesso do elenco na disputa. A fera já jogou profissionalmente pelo Grêmio de Coari, Baré e Atlético de Roraima, prova de que o time não vem apenas para ser figurante.

O Obidense quer apagar a campanha do ano passado, quando, apesar do favoritismo, acabou eliminado e amargando a 17ª colocação. Já o Gacin quer retornar à competição, no mínimo, para repetir sua melhor temporada. A equipe ficou em terceiro lugar no campeonato de 2004, e volta de olho grande no troféu dos 40 anos.