Publicidade
Esportes
VÔLEI LGBT

Oitavas de final do Grand Prix de Vôlei LGBT inicia neste domingo (10) em Manaus

As seleções do Brasil, França, Itália, Tailândia, Suécia, Catar, Cuba e Estados Unidos agora estão na primeira fase do “mata-mata” 10/09/2017 às 15:48
Show and cubaxespanha 0443  1
Foto: Divulgação
acritica.com

Oito seleções que compõem as chaves A e B do Grand Prix de Vôlei LGBT avançaram para as oitavas de final na noite de ontem, sábado (9), no ginásio Ninimberg Guerra, no bairro São Jorge, em Manaus, durante a última rodada da fase classificatória. As seleções do Brasil, França, Itália, Tailândia, Suécia, Catar, Cuba e Estados Unidos agora estão na primeira fase do “mata-mata”.

Sem perder tempo, as seleções iniciam já na tarde deste domingo (10), no CDCC do Corado, na Zona Leste da capital, a partir das 17h, os primeiros embates do perde e saí. A competição recebe apoio do Governo do Amazonas por meio da Secretaria de Estado, de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

No próximo sábado (16), no ginásio Renné Monteiro é a vez das equipes da República Dominicana, Austrália, Portugal, República Tcheca, África do Sul, Sérvia, Espanha e Nigéria entrarem na briga pelos R$ 1 mil reais em premiação. Canadá e Jamaica deram adeus a competição na primeira fase.

Equilíbrio e animação

Com quatro jogos disputados, o destaque da noite de sábado ficou por conta da vitória de Cuba sobre a Espanha, por 2 sets a 1, em um jogo equilibrado. O time do mar do Caribe terminou a primeira fase na sexta colocação da Chave B. A Espanha ficou na segunda posição da chave.

“Nosso jogo foi bom, foi o melhor que fizemos na competição e o nosso time está se achando em quadra, pois estamos com um levantador novo. Mas foi o melhor jogo que fizemos no campeonato. Vamos pegar a Itália e vai ser um jogo muito difícil”, comentou o meia de rede, Nir Lima, 42 anos.

A partida entre a animada França e a Tailândia contou com um fator incomum no vôlei tradicional, mas super aceito no vôlei LGBT: "O fresca". O item que permite que um atleta tire sarro com o adversário a cada ponto está no regulamento da competição. Tem até jogador que ganhou por cinco vezes o prêmio de 'melhor fresca'.

“É uma coisa natural e nosso regulamento permite. E eu sou há cinco anos consecutivo ‘a melhor fresca’. Sou a melhor que grita, a melhor que faz o show para a arquibancada e estou defendendo o título este ano de novo”, comentou o meia de rede da seleção francesa, Thiago Saldanha, 24, mais conhecido como Bianchini, em homenagem a uma jogadora da liga francesa de voleibol.

Os “franceses” vencerem fácil a Tailândia por 2 sets a 0. Nas outras partidas, a Itália não teve dificuldades para vencer Portugal por 2 sets 0. Suécia e Estados Unidos fizeram um bom espetáculo que terminou com a vitória da equipe norte-americana por 2 sets a 0.  

1ª oitavas de final

Domingo (10) no CDCC Corado
Brasil x Suécia
França x Catar
Itália x Cuba
Tailândia x Estados Unidos

2ª oitavas de final

Sábado (16) no Ginásio Renné Monteiro
República Dominicana x África do Sul
Austrália x Sérvia
Portugal x Espanha
República x Nigéria

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade