Publicidade
Esportes
Barezinho 2017

Pai-Filho da base na disputa por uma vaga nas semis do AM de Juniores

Nacional e Fast Clube fazem o jogo de fundo da rodada dupla deste sábado na Colina na partida de ida das semifinais do Barezinho 19/08/2017 às 09:59
Show bom
O volante Bombado (de pé) é um dos destaques do Rolo Compressor no campeonato (Foto: Antônio Lima)
Denir Simplício Manaus (AM)

O Campeonato Amazonense de Juniores entra em sua reta final com rodada dupla de semifinal neste sábado (19), no estádio da Colina. Fazendo o jogo de fundo, Nacional e Fast Clube entram em campo às 17h para mais uma edição do clássico Pai-Filho da base.

Líder disparado da fase de classificação da competição, o Tricolor de Aço vem mais uma vez como favorito ao título. Foram 37 pontos ganhos em 14 jogos até aqui no torneio. A campanha de 12 vitórias, um empate e uma derrota credenciou o time comandado por Darlan Borges a jogar por dois resultados iguais para chegar à decisão do campeonato, mas o treinador do Rolo Compressor acha que não terá moleza contra o Naça.

“Vai ser um jogo bastante difícil. É um clássico da nossa base, tem muita rivalidade envolvida nesse jogo, mas a gente vai tentar imprimir nosso ritmo de jogo, nosso trabalho que vem sendo feito durante o campeonato e vamos tentar abrir uma boa vantagem nessa semifinal”, comentou  Borges apontando os problemas de sua equipe para o primeiro duelo das semis.

“Nós estamos desfalcados do Luan, lateral-direito, que tomou o terceiro cartão amarelo. O Max, nosso atacante, grande destaque do nosso time, também está fora pelo mesmo motivo. São dois desfalques, mas nós temos substitutos à altura”, revelou o treinador analisando o adversário de logo mais.

Meninada do Fast vai pra cima do Leão (Foto: Antônio Lima)

“O time deles chegou com méritos na semifinal, creceu na segunda fase. Tem um grande treinador, o Garanha, que deve motivar a garotada com certeza. Acho que se nós fizermos a nossa parte, com certeza temos tudo pra fazer um bom jogo e conquistar uma vitória”, concluiu.

Pelo lado do Leão da Vila, a expectativa é de manter a pegada do segundo turno do Amazonense, quando a equipe do técnico Robson Garanha arrancou rumo à classificação.

Foram três vitórias, dois empates e duas derrotas no returno. Destaque para a goleada sobre o sobre o Clíper por 4 a 0 e os empates contra Rio Negro e Princesa do Solimões.