Publicidade
Esportes
Craque

Para Roth, time teve controle do jogo e sentiu as três mudanças por lesões

Treinador do Cruzeiro não se conforma em perder o jogo para o São Paulo. Time está em decadência e não consegue se aproximar do G4 do Brasileiro 24/09/2012 às 17:41
Show 1
Celso Roth, técnico do Cruzeiro
Acritica.com Manaus (AM)

Após a derrota de 1 a 0 para o São Paulo, na tarde deste domingo, no estádio do Morumbi, em São Paulo-SP, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Celso Roth fez uma análise da atuação do Cruzeiro.

Para o treinador, a Raposa teve uma atuação em que mostrou solidez, controle do jogo, e disse que, apesar de o adversário não ter feito uma grande partida, conseguiu a vitória.

Ainda segundo Roth, o Cruzeiro sentiu as mudanças forçadas pelas contusões de Wallyson, Wellington Paulista e Charles.

“Eu acho que o jogo foi absolutamente controlado pelo Cruzeiro. No primeiro tempo, o Cruzeiro foi muito melhor do que o São Paulo, que estava nervoso. No segundo tempo também, e aí nós começamos a perder jogadores, e isso desequilibrou. Desequilibrou já no final do primeiro tempo (quando saíram Wallyson e Wellington Paulista e entraram Souza e Borges), porque os jogadores entram frios, e nós já tivemos algumas dificuldades”, afirmou o técnico do Cruzeiro.

Roth disse que o São Paulo não mereceu vencer, mas deixou o Morumbi com uma vitória e três pontos.

“Tentamos, no intervalo, saímos em cima do São Paulo e, com a saída do Charles, aí ficou complicado. Ele estava muito bem no jogo. Os três com lesões sérias. O menino Lucas (Silva) entrou, mas não tem a mesma experiência do Charles, é promissor, mas ainda precisa amadurecer, e nós tivemos problemas no jogo. O São Paulo achou o gol. Parabéns ao São Paulo, que sai daqui (do Morumbi) sem merecer a vitória, mas conseguiu a vitória. Futebol é assim, há momentos e momentos”, disse Roth.