Publicidade
Esportes
Craque

Peladão 2012: Profissionais do Peladinho dão show de dedicação

Mesmo torcendo para outros times, e mostrando amor, jogadores mirins se destacam pelo esforço e dedicação elaborados no torneio 19/11/2012 às 08:22
Show 1
João Victor: Jogador do BEC demonstra todo seu amor e joga com dedicação
antonio melo ---

Você conseguiria imaginar toda a garotada que joga na escolinha do Real Madrid ser torcedor apaixonado do Barcelona? E o que pensar dos atletas do Nacional se eles tivessem uma queda frenética pelo Atlético Rio Negro Clube? Se no Campeonato Brasileiro há aquela famosa frase que têm coisas que só acontecem com o Botafogo, no Peladinho a história não é diferente. A surpresa foi o fato de que 90% da garotada é torcedora apaixonada  pelo Flamengo, o maior rival do Glorioso carioca. Pelo menos esta é a sina que persegue a escolinha oficial do clube, que pela primeira vez participa do maior campeonato de futebol amador do mundo.

Em um jogo que terminou em 2 a 2 contra a escolinha de futebol do Betania Esporte Clube (BEC), no bairro do mesmo nome, a meninada do alvinegro carioca surpreendeu os apaixonados pelo futebol que foram prestigiar a partida, que notaram que apesar dos atletas torcerem pelo time rubro negro, mostraram dentro das quatro linhas que o coração deles estava na estrela solitária.

O atacante Thiago de Brito Almeida, 14, um dos destaques da equipe, mostrou que até em um campeonato de futebol amador pode existir profissionalismo, e disse que no peladinho a sua paixão pelo flamengo fica em segundo plano. "Não vou negar que sou torcedor do Flamengo. Mas, no momento meu time do coração é o Botafogo e são essas cores que eu vou defender e dar o meu melhor. E se eu tiver de fazer um gol e beijar este escudo eu farei, porque para mim no momento o que importa é o botafogo", conta  Thiago, dono da lendária camisa 7 do time.

Segundo o atacante Luiz Eduardo Gomes, 14, o fato de muitos jogadores do time torcerem para o Urubu, não impede que eles se esforcem e se dediquem ao Fogão. “Eu torço para o Flamengo desde pequeno, mas dou o melhor e luto para defender as cores do Botafogo” disse.

Já no outro lado no campo adversário, outra escolinha que vem alimentando o sonho dos pequenos boleiros de um dia ser jogador de futebol é a do BEC, que desenvolve há 15 anos um trabalho na formação de futuros craques. E um dos destaques da equipe é o jovem meio campo João Victor,13, que joga um futebol de gente grande. “Gosto de jogar aqui, eu aprendo muito com o professor Luiz Carlos Martins e agradeço por estar aqui” conta o atleta.