Publicidade
Esportes
Craque

Peladão 40 anos: Jogos do domingo foram de tirar o fôlego

A intensa, porém breve, chuva não inibiu os torcedores que foram prestigiar domingo, no estádio da Colina os dois últimos jogos da rodada, que completou as 14 equipes que jogarão as oitavas de final do Peladão Verde 2012 07/01/2013 às 07:50
Show 1
Jogadores vibram aliviados após classificação às oitavas
Antonio Melo Manaus

A intensa, porém breve, chuva não inibiu os torcedores que foram prestigiar domingo, no estádio da Colina os dois últimos jogos da rodada, que completou as 14 equipes que jogarão as oitavas de final do Peladão Verde 2012. O primeiro jogo foi entre dois times com histórias bastante distintas, fizeram uma grande partida. De um lado o Shaktar, estreante na competição e do outro, o tradicional forte time da Panair. Em uma partida bastante truncada, as duas equipes fizeram um jogo de tirar o fôlego.

O Shaktar dominou amplamente a Panair, perdendo várias chances de gol que definiriam a história do jogo. E como no futebol o antigo provérbio de “quem não faz leva” é uma verdade incontestável, aos 25 minutos, o Panair abriu o placar do jogo, com o camisa 100 Marquinho, que após uma cobrança de escanteio aproveitou a sobra na pequena área. No segundo tempo, o artilheiro do Panair, Vando decretou a vitória por 2 a 0, após um forte chute de fora da área que foi no canto esquerdo do goleiro adversário.

No outro jogo da tarde de domingo, cinco títulos do Peladão entraram em campo. O Unidos do Alvorada com dois troféus e o atual campeão União da Ilha da Manaus moderna com três, mediram força debaixo de uma forte chuva, travando um verdadeiro duelo de titãs na Colina. Melhor para a Manaus Moderna, que venceu com um gol no minuto final da partida, anotado pelo jovem Bartolomeu, 21, levando a torcida ao delírio no estádio da Colina.

“Fico feliz de ajudar o time, afinal atacante vive de gol. E no Panair ninguém é insubstituível, se eu não fizer tem quem faça”Vando, artilheiro da Panair, divide mérito com os companheiros.