Publicidade
Esportes
Craque

Peladão 40 anos: Lilian Silva encontrou no futebol amador o caminho para mudar de vida

“A vida é feita de oportunidades e escolhas. Cada decisão pode decidir seu futuro”. É com essa filosofia de vida que a meio campista do Grupo Sucesso, constrói sua história no esporte e na vida 04/01/2013 às 14:43
Show 1
É que em campo Lilian Silva perdeu um pênalti e quase viu tudo ir por água abaixo, mas no final do jogo tudo deu certo
Antonio Melo Manaus

“A vida é feita de oportunidades e escolhas. Cada decisão pode decidir seu futuro”. É com essa filosofia de vida que a meio campista do Grupo Sucesso, Lilian Silva, uma das destaques do time, constrói sua história no esporte e na vida. Apaixonada por futebol, a jogadora agarrou com unhas e dentes a oportunidade que a vida lhe proporcionou. Aos 28 anos a atleta soube unir o útil ao agradável e tem construído uma trajetória vitoriosa no futebol amador.

“Cheguei à Nilton Lins em 2005. Eu vi que lá tinha um time de futebol, fui com o responsável e pedi para jogar. Tive a oportunidade e comecei a treinar com as meninas. Depois ganhei uma bolsa de estudos no curso de educação física. Uni o útil ao agradável, jogar futebol e estudar”, conta a jogadora.

Acostumada a enfrentar desafios na vida, Lilian construiu uma grande história de lutas, vitórias e conquistas dentro do Grupo Sucesso. A jogadora esteve presente em dois dos três títulos que a Nilton Lins ganhou.

Em 2010 ajudou a equipe a derrotar o Apollo nos pênaltis, em 2011 ficou em terceiro lugar e em 2012, sentiu mais um gostinho de levantar o troféu em cima do Apollo. “O título foi fantástico. Fazer parte de tudo isso é incrível. Nosso time vinha treinando muito para chegar até o título. Muitos vinham falando mal da nossa equipe e mostramos dentro de campo, jogando futebol, o nosso real valor. Ser campeão em cima do Apollo não tem preço”, disse.

Liderança
Lilian é uma grande incentivadora para quem quer trilhar o caminho nos estudos. Com espírito de liderança, sempre buscou unir suas companheiras para que todas seguissem o propósito de adquirir conhecimento.

“Com a troca de técnico no time eu procurava sempre unir as meninas para não desistir e principalmente para a equipe não acabar. Nós temos uma metodologia de trabalho na equipe, até para as pessoas que querem ganhar bolsa e estudar. Se isso acabasse, muitas pessoas não iriam ter a chance de estudar. O Robson veio treinar a equipe e ajudou a reabrir as oportunidades de as meninas terem bolsa de estudos. Hoje sou professora de educação física e estou fazendo pós-graduação em musculação personal. Agradeço muito a oportunidade que a Nilton Lins me deu e a força que o Robson nos deu”, conta a jogadora de sucesso absoluto.

Vencedoras

FEMININO

2005 - Fla Rock (campeão) e Jabil (vice)

2006 - Trigolar (campeão) e Nilton Lins (vice)

2007 - Apolo Clube/Projeto Bom de Bola (campeão) e Nilton Lins (vice)

2008 - Apolo Clube/Desportiva Raiz (campeão) e Unidas do Alvorada (vice)

2009 - Nilton Lins (campeão) e Apolo Clube (vice)

2010 - Grupo Sucesso/Nilton Lins (campeão) e Apolo Clube (vice)

2011 – Salcomp (campeão) e Desportivo Manacapuru (vice)

2012 – Grupo Sucesso (campeão) e Apollo (vice)

Fonte: Coordenação do Peladão