Publicidade
Esportes
Craque

Pelé vai ao Itaquerão ver a Argentina e alfineta Messi

Durante a partida entre a Suíça e Argentina na Arena Corinthians, o ilustre torcedor observava o jogo tranquilamente até começarem as provocações. Restou ao “rei do futebol” responder à altura os “Hermanos” 02/07/2014 às 14:25
Show 1
Pelé aproveitou as provocações argentinas para alfinetar Messi.
ACRÍTICA.COM* Manaus (AM)

Foi a primeira vez que Pelé visitou o estádio que foi palco da abertura da Copa do Mundo no Brasil. Da tribuna de honra do Itaquerão (como ficou conhecido o local), o melhor jogador de todos os tempos, assistiu a partida entre argentinos e suiços, nesta terça-feira (1), pelas quartas de final do Mundial. Como sempre, a torcida argentina aflorou a rivalidade com os brasileiros com seus cântigos.

O já batido “Maradona foi mais grande que Pelé”, chegou aos ouvidos do rei do futebol, que aproveitou para alfinetar os rivais históricos, assim como Messi. “Desde o começo da minha carreira foi assim. Os argentinos são assim. Di Stéfano, Maradona, Messi… Vamos ver quem são os próximos. Ah, e o Messi não faz gol de cabeça. Ele não fez nenhum, né?”, comentou Pelé.


Como sempre o rei foi muito assediado pelos fãs, que aproveitaram pra pedir autógrafos e fotos. A presença de Pelé era parte de uma das ações de marketing de uma das patrocinadoras do torneio. O ex-jogador aproveitou para falar sobre o estádio. “É muito bonito. Gostei. Mas acho que as pessoas lá de cima, da arquibancada provisória, não vêem muito o jogo, não” , avaliou o ex-craque.

Enquanto Pelé esteve no Itaquerão, a Argentina não conseguiu furar o bloqueio suíço. O rei do futebol saiu mais cedo do estádio e não presenciou o gol da suada classificação do “Hermanos”, já na prorrogação da partida.