Publicidade
Esportes
Craque

Penarol (AM) está endividado

Eliminado na 1ª fase da Série D, Leão amarga prejuízo de R$ 30 mil na competição 12/09/2012 às 09:53
Show 1
Penarol se afunda em dívidas enquanto não recebe a quantia de R$ 1,7 milhão prometida pelo Governo do Amazonas
Bruno Tadeu Manaus

A expectativa era de ter um estádio com capacidade para 5.600 torcedores ainda este ano e conquistar o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro. Mas, o que era sonho se transformou em pesadelo financeiro ao Penarol. Eliminado na primeira fase da quarta divisão como 23º colocado, o Leão da Velha Serpa se afunda em dívidas enquanto não recebe a quantia de R$ 1,7 milhão prometida pelo Governo do Estado do Amazonas para ajudar com as despesas.

Com o Estádio Floro de Mendonça ainda em reforma, o clube teve como principal expectativa de renda o repasse do Estado. Mesmo com as viagens pagas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na competição deste ano, os penarolenses arcaram com R$ 26.889,67 de prejuízos nas rendas líquidas como mandante.

Só no pagamento das viagens dos trios de arbitragem até Itacoatiara (a 170 quilômetros de Manaus), foram gastos R$ 28,3 mil durante a Série D. “Isso ai é a despesa só com a arbitragem. Não tem no borderô dos jogos, mas temos que providenciar segurança, confeccionar ingressos, comprar água. Se for ver, é bem mais de R$ 30 mil de prejuízo. Não é fácil”, desabafa o presidente do clube, Daniel Macedo.

Até o início da Série D, a folha salarial do Penarol estava em torno de R$ 150 mil. Macedo disse ainda não ter contabilizado o total investido pelo clube para disputar a competição nacional, pois ainda está fazendo esse levantamento. Enquanto não recebe o valor combinado com o Governo, o dirigente teve que recorrer a um empréstimo bancário para pagar os jogadores.

“Pagamos todos eles e não temos mais nenhuma pendência, a não ser com o banco. Conversamos com todos os que temos interesse na permanência para o ano que vem. Também estamos interessados no Aderbal Lana, que está preparando um relatório que pedimos para começarmos um novo projeto”, revelou Macedo, que aguarda o treinador para uma conversa ainda esta semana.

E é nesta semana que o Pernarol também pretende quitar as dívidas de uma vez por todas. “Disseram no governo que o dinheiro cai essa semana para fecharmos o balanço do campeonato. Estamos na expectativa para finalmente contar com a verba prometida”, vislumbrou.

Após um início de sonhos e grandes expectativas para o clube do interior amazonense, impulsionado com a campanha histórica na Copa do Brasil - onde eliminou o Santa Cruz - restou um discurso tímido de que a situação será revertida em 2013. “Ano que vem o Penarol só tem o Campeonato Amazonense. Vamos correr atrás do que perdemos esse ano”, declarou sem muito entusiasmo o dirigente.