Publicidade
Esportes
Craque

Penarol vai tentar parar o Atlético-MG nesta quarta, em Manaus

Jogando a segunda fase da Copa do Brasil pela primeira vez na sua história, o Leão da Velha Serpa  enfrenta o Galo Mineiro, às 19h30, no estádio do Sesi 11/04/2012 às 08:36
Show 1
Penarol foi ao Recife e derrubiu o Santa Cruz na primeira fase da Copa do Brasil
Adan Garantizado e Carlos Eduardo Souza Manaus

O Leão é um animal que geralmente procura presas com carne vermelha para abatê-los. Mas na noite desta quarta-feira, uma espécie do “Rei das Selvas” radicado em Itacoatiara precisa adotar um cardápio mais “light” no jantar se quiser sobreviver na Selva da Copa do Brasil. O espaço para “carne branca” no prato do Penarol poderia ser preenchido facilmente por qualquer peixe amazônico, como o tambaqui ou o pirarucu. Mas, o Leão da Velha Serpa, abriu mão de todas as iguarias amazônicas para saborear uma opção “importada” de Minas Gerais: o Galo.

Jogando a segunda fase da Copa do Brasil pela primeira vez na sua história, o Penarol enfrenta o Atlético Mineiro, às 19h30, no estádio do Sesi.

Não se sabe ainda como a equipe amazonense deseja saborear o Galo mineiro. Independente de ser frito, cozido, assado ou empanado, a única certeza é que o Penarol contará com o apoio maciço da torcida no estádio do Sesi, que tem tudo para se transformar em um verdadeiro “caldeirão” a favor.

Mas, antes de ser saboreado, o Galo precisa ser abatido. E com bastante cuidado. O Atlético-MG tem uma “bicada poderosa” e diversos ingredientes para se tornar um jantar “indigesto”. A tradição, os diversos jogadores que possuem passagens pela Seleção Brasileira, um técnico experiente e a estrutura de primeira divisão podem provocar uma “congestão” histórica no Leão amazonense.

Um fator que pode motivar o “ataque fatal” do Leão de Itacoatiara é a quebra de um tabu curioso. Em duas participações na Copa do Brasil (2011 e 2012) o clube jamais venceu uma partida como mandante. No ano passado, a equipe foi derrotada pelo Paysandu por 3 a 2 no Floro de Mendonça e, neste ano, perdeu para o Santa Cruz, no Sesi, por 2 a 1. Após ter assumido o clube na semana passada, o “chef” Adinamar Abib terá 90 minutos para caprichar no tempero, escolher os “ingredientes” corretos e não se engasgar com as penas do Galo.

Abib escaldado
 Depois de despachar o Santa Cruz (PE) na primeira fase da Copa do Brasil, o Penarol tem pela frente o Atlético Mineiro, que vem de uma campanha impecável no Estadual mineiro.

O técnico Adinamar Abib, há menos de uma semana no Penarol, disse que o jogo com o Atlético é muito diferente de enfrentar um time no Amazonense. Segundo ele, o Penarol joga o Estadual como equipe grande, pois, nos dois últimos anos, ficou com o título. “O time grande é o Atlético e temos de ter muito cuidado. Vamos com um time fechado, porque se dermos uma bobeira levamos uma goleada”, disse o treinador.

Abib afirmou que o time será diferente daquele contra o Princesa, contra quem venceu por 5 a 2. Segundo ele há a necessidade de um time defensivo e com muita marcação. Por isso, um dos jogadores do meio ou ataque será sacrificado.

“Não sei ainda quem sai, mas não posso jogar com dois meias e três atacantes. Vamos precavidos”, afirmou Adinamar.

Apesar de não dar pista da equipe que enfrenta o Galo, o treinador pode escalar um time com três zagueiros:@ Neuran, Anderson Cristo e He Man; Kitó e Marcos Pezão nas alas; Paulo Roberto, Rondinelle e Fininho, no meio; e Marinho e Marinelson no ataque. Adinamar pode optar pelo meia Igor na vaga de Fininho. Destaque, o goleiro Rascifran está confirmado.

Penarol (Amazonas) x Atlético (Minas Gerais )

Penarol: Rascifran; Anderson Cristo, Neuran e He Man; Kitó, Paulo Roberto, Rondinelle, Fininho (Igor) e Marcos Pezão; Marinho e Marinelson. Técnico: Adinamar Abib

Atlético (MG): Giovanni; Marcos Rocha, Réver, Rafael Marques e Richarlyson; Pierre, Fillipe Soutto, Bernard e Danilinho; Guilherme  e André. Técnico: Cuca.

Estádio: Roberto Simonsen (Sesi) . 

Horário: 19h30 (Manaus). 

Árbitro: Vinícius Furlan (SP) Ass: Anderson Coelho (SP) e Fábio Bestero (SP). 

Ingresso: 40 reais após 12horas de hoje.