Publicidade
Esportes
Craque

Por vaga na Libertadores, Vasco e Inter se enfrentam nesta quarta

Vitória é o único objetivo dos dois times para alimentarem chances de vaga 24/10/2012 às 13:43
Show 1
Felipe e Dedé buscam acertar o Vasco, que vive momento conturbado
Jornal A Crítica Manaus

Sem poder contar com os goleadores Alecsandro e Leandro Damião, lesionados, Vasco e Inter se enfrentam nesta quarta-feira, às 18h30 (horário de Manaus), em São Januário. Com o mesmo objetivo sendo disputado pelos dois times, a vaga para a Libertadores, um triunfo no confronto aproxima o vencedor do G4, já que o São Paulo perdeu para o Flamengo no fim de semana.

O Vasco vem de três derrotas consecutivas para Santos, São Paulo e Botafogo. Empacado nos 50 pontos, o time da Colina está a cinco do São Paulo. Em caso de vitória cruz-maltina, a diferença entre os times será reduzida para apenas dois pontos.

A tarefa do Inter é mais complicada. Dez pontos separam o Colorado do Tricolor paulista. Se triunfar nesta quarta-feira, a equipe fica a oito do quarto colocado e permanece atrás do Vasco. Os últimos resultados dos gaúchos foram duas derrotas para Atlético-GO e Figueirense, os lanternas da competição.

POR UM NOVO RUMO
Para dar fim à sequência de resultados negativos e continuar na briga por uma vaga no G4, o Vasco precisa superar a falta do artilheiro Alecsandro mais uma vez. Carlos Alberto volta a ser escalado no ataque, ao lado de Eder Luis, a mesma dupla que enfrentou o Botafogo na rodada anterior. No meio de campo, Juninho e Felipe novamente serão encarregados de armas as jogadas cruz-maltinas.

Embora admita não ter o costume de convocar a torcida para os jogos, o técnico Marcelo Oliveira se rendeu ao apelo e pediu para que os torcedores comparecessem em peso à partida, de modo a empurrar o time durante os 90 minutos. Ele também frisou que os jogadores precisam retribuir o apoio dentro de campo, caso contrário, a insatisfação tomará conta da arquibancada de São Januário.

“Não sou muito de convocar torcedores, mas a presença do torcedor do Vasco faria muita diferença, aumentaria a chance de ganhar do Inter. Mas temos que ganhar com um time comprometido. Nosso esquema tem um jogo ofensivo, mas erramos muitos passes contra o Botafogo. Quem tem mais a bola tem mais chances de fazer o gol”, analisou o comandante.

Apesar do pedido de apoio e da promoção de ingressos feita pela diretoria, ao longo deste ano, o Vasco não venceu os jogos que teve os maiores públicos. De positivo, para os torcedores supersticiosos, o fato que, desde 2008, o Gigante não perde para o Colorado na Colina.

 Sonho que ainda é possível
 O Internacional ainda não desistiu da vaga no G4. Tão sonhada ida para a Libertadores do próximo ano. O clube acabou com projeções e acredita no pensamento jogo a jogo. Fará do confronto com o Vasco uma final nas pretensões no Brasileiro. Serão três mudanças feitas por Fernandão em relação ao time que perdeu para o Figueirense na última semana.

Se diante dos catarinenses Fernandão apostou em garotos e mudanças na equipe, agora o técnico resgata os veteranos. Kleber, D’Alessandro e Diego Forlán retornam à equipe. Fabrício, Dátolo e Cassiano deixam a equipe. Leandro Damião é o problema do comandante, com desconforto muscular na coxa esquerda. O pensamento colorado é de diminuir a distância inicialmente para o Vasco, cinco pontos na frente dos colorados. Depois, pensará em ultrapassar os cariocas na tabela.