Publicidade
Esportes
Craque

Pra acabar o ‘caô’: Guerrero volta para tentar recolocar o Flamengo no G-4 do Brasileirão

O atacante peruano está de volta a Gávea depois de disputar as Eliminatórias com a Seleção do Peru. Camisa 9 do Mengo tenta recolocar o time no caminho das vitórias e seguir sonhando com a vaga na Libertadores 16/10/2015 às 18:24
Show 1
Oswaldo de Oliveira feliz com retorno de Guerrero.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Paolo Guerrero está de ânimo novo após bo atuação com a seleção peruana nas Eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia 2018. Pelo menos é o que pensa o técnico Oswaldo de Oliveira. O treinador do Flamengo não escondeu a satisfação em ter de volta o seu atacante. Jogador deve enacar o Inter neste domingo (18), no Maracanã, na luta pelo retorno ao G-4 do Campeonato Brasileiro.

O camisa 9 do Fla marcou um dos gols na derrota dos peruanos para o Chile. Retornando da seleção peruana e também de longo período sem balançar as redes, Guerrero quer voltar a fazer gols, agora com a camisa do Flamengo. Melhor para Oswaldo de Oliveira, que elogiou muito a volta de seu principal atacante.

“É um jogador de respeitabilidade, tem o desempenho dele nos 90 minutos e precisa a lidar com isso. O grupo precisa aprender isso também. É um jogador de muita respeitabilidade, mas quando ele não faz o gol fica todo mundo frustrado. Ele precisa a aprender a lidar com isso e o grupo também, porque ele não é o Super-Homem”, disse Oswaldo, que destacou a motivação do grupo com a volta do jogador.

“Ele voltou bem, lamentando a derrota. O desempenho dele nesses jogos foi bom, a convicção da recuperação está muito bem. É um jogador fundamental, ele sabe disso, eu não estava aqui quando foi contratado, mas acompanhei um início vertiginoso, excelente. Sinto ele com outro ânimo e isso conta mais no grupo. Quando chegou foi uma festa, os jogadores se mostraram felizes. A motivação aumenta muito no comando do ataque do Flamengo”, afirmou Oswaldo.

Contundido na derrota frente ao Vasco no fim de setembro, Guerrero ficou fora de combate por cerca de uma mês, por causa uma torção no tornozelo direito. O peruano se recuperou, mas não mostrou a mesma confiança de outros jogos. A última vez que o camisa 9 da Gávea balançou as redes pelo Flamengo foi no jogo contra o São Paulo, por coincidência na estreia de Oswaldo de Oliveira à frente do Rubro-Negro.