Publicidade
Esportes
Craque

Presidência confirma Braga na liderança do governo no Senado

Ontem, a assessoria do líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, confirmou a saída de Romero Jucá do cargo e o ingresso do senador pelo Amazonas. Segundo Jucá, ontem mesmo ele foi comunicado pela presidente Dilma Rousseff 13/03/2012 às 17:38
Show 1
Eduardo Braga
acritica.com e Agência Senado Manaus

Há pouco, o porta-voz da Presidência, Thomas Traumann, também confirmou as trocas nas lideranças do governo tanto na Câmara e no Senado. Na Câmara, o cargo será exercido pelo deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), que substitui o colega Cândido Vaccarezza (PT-SP). No Senado, Traumann confirmou que o posto passa de Romero Jucá (RR) para Eduardo Braga (AM), ambos do PMDB.

“Não tem mistério. O Palácio [do Planalto] se pronuncia hoje, e hoje mesmo eu deixo a liderança. A partir de amanhã, o líder é o Eduardo Braga (PMDB)”, afirmou Jucá, peemedebista que foi líder do governo nos mandatos dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva.

Os pronunciamentos só confirmam o que a assessoria do senador Ranan Calheiros, líder da legenda no Senado, adiantou ontem à imprensa nacional. Segundo informações da Agência Senado, Jucá deixa a liderança do governo no Senado hoje e será indicado pelo seu partido para assumir a relatoria do Orçamento de 2013, segundo informações do próprio parlamentar. Jucá foi comunicado de que deixaria o cargo pela presidente Dilma Rousseff, ontem, mas tanto ele quanto Braga preferiram se pronunciar apenas hoje.

Segundo o parlamentar, Dilma informou também que substituiria o deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) na liderança do governo na Câmara com o intuito de promover um rodízio no cargo. “Ela [a presidente Dilma] entendeu que deveria fazer um rodízio e a gente concorda. Na verdade, estamos em um cargo de confiança. Na hora que ela entende que é hora de fazer uma troca, nós vamos fazer essa troca sem dificuldades. Ela não estipulou prazo. Disse apenas que iria fazer o rodízio”, explicou Jucá.

Questionado sobre a possível indicação do senador Eduardo Braga (PMDB-AM) para o cargo de líder do governo no Senado, como foi publicado pela imprensa, Jucá afirmou que o amazonense vai contribuir para a defesa dos interesses do governo. “ O senador Eduardo Braga é um senador experiente, já foi governador e também vai trabalhar pela unidade do partido”, disse o já considerado ex-líder no Senado.

Já Braga, quando questionado sobre uma possível falta de diálogo entre a presidente e a base governista, considerou que “a interlocução precisa ser ampliada”. “Sempre defendi uma interlocução ampliada entre o PMDB e o governo e entre os parlamentares e o governo. Há muito o que dialogar, há muito a construir, mas há uma disposição tanto do governo como do Parlamento no sentido de que haja convergência em torno do Brasil”, disse.