Publicidade
Esportes
Craque

Presidente da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) anuncia permanência de Bernardinho na seleção masculina até 2016

O acerto entre Bernardinho e Ary Graça foi feito no mês de julho, poucos dias antes do comandante embarcar para Londres. Uma reunião no Centro de Treinamento em Saquarema, o Aryzão, sacramentou a renovação. 14/08/2012 às 18:42
Show 1
Bernardinho permanece no comando da seleção masculina de vôlei
Luiz Paulo Montes, do UOL São Paulo

O técnico Bernardinho continuará no comando da seleção masculina de vôlei pelo menos até 2016. Quem garante é o presidente da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei), Ary Graça. Em entrevista ao UOL Esporte, o dirigente anunciou a renovação com o comandante, que fica para coordenar a equipe no próximo ciclo olímpico.

"O Bernardinho vai ficar. Já está tudo conversado, acertado, sacramentado. Ele fica por mais um ciclo (quatro anos). Eu não trabalho com acerto anual. É sempre por um ciclo", afirmou Graça.

O novo acordo, assim com os anteriores, não terá nenhuma assinatura. Na CBV, os vínculos dos treinadores das seleções são acordados somente verbalmente.

Recentemente, Bernardinho declarou que fez uma promessa à família de que se dedicaria somente à seleção ou ao clube, e não mais conciliaria as duas funções. Desta maneira, a tendência é que a partir de abril de 2013 ele deixe o comando da equipe feminina da Unilever, do Rio de Janeiro. 

Em Londres, pouco depois de ser vice-campeão olímpico após derrota para a Rússia no domingo. Bernardinho chegou a dizer que seu futuro estava indefinido quanto à seleção. Segundo Ary Graça, o técnico falou isso devido ao momento. 

"Ele achou melhor falar isso naquele momento, preferiu esperar a poeira baixar", disse o presidente.

Quanto à José Roberto Guimarães, da seleção feminina, Ary afirmou que aguarda a decisão do tricampeão olímpico. De acordo com ele, a vontade é que Zé permaneça no comando da equipe também por mais um ciclo.