Publicidade
Esportes
Craque

Princesa do Solimões enfrenta o Brasiliense em clima de tranquilidade nesta quarta (23)

O Tubarão se classifica com um empate ou até com uma derrota por um gol de diferença para a próxima fase da Copa do Brasil 23/04/2014 às 13:04
Show 1
Tubarão pode até perder por diferença de um gol, nesta quarta-feira (23), em Brasília
Lorenna Serrão ---

De olho na próxima fase da Copa do Brasil, o Princesa do Solimões enfrenta o Brasiliense nesta quarta-feira (23), às 19h30 (horário Manaus), no estádio Boca do Jacaré, em Taguatinga (DF). O Tubarão - que venceu o primeiro jogo por 3 a 1, em Manaus, na semana passada - se classifica com um empate ou até com uma derrota por um gol de diferença. Já o representante de Brasília tem que fazer pelo menos dois gols e não levar nenhum para permanecer no torneio. O vencedor desse confronto jogará contra o Santos na segunda etapa da competição.

O Princesa seguiu para o Distrito Federal ontem. Antes do embarque o meia Michel Parintins conversou com o CRAQUE e afirmou que o grupo está focado na classificação.

“Temos uma ótima vantagem sobre o Brasiliense, mas somos um time ofensivo, que joga pra frente e é assim que vamos fazer amanhã (hoje). Vamos buscar a vitória, garantir a classificação e dar mais esta alegria à torcida de Manacapuru (a 80 quilômetros de Manaus) e a todos os amazonenses que acreditam no Princesa”, disse o jogador.

O atacante Luiz Carlos declarou ao site do Brasiliense que o jogo contra o Princesa será de “vida ou morte”, mas que o Jacaré conseguirá reverter o resultado do jogo de ida e garantir a classificação. Michel disse que o Brasiliense jogará em casa e por isso precisa mesmo ter toda essa confiança, mas ressaltou que o Tubarão está embalado.

“O Brasiliense é um time de qualidade, que estará em casa e que precisa muito da vitória. Mas o Princesa é um grupo fechado, que está focado em levar o time cada vez mais longe. Vamos dar o nosso melhor amanhã (hoje), assim como fazemos no Amazonense, vamos manter o ritmo e a força”, completou.

Sobre os boatos de que ele e mais dois jogadores do Tubarão estariam sendo assediados por clubes de outros Estados, o meia negou, mas disse que ficou feliz com essa “história”.

“Eu fiquei sabendo disso por vocês (imprensa). Não recebi nenhuma proposta até agora. Mas isso é bom, pois é a prova de que não só eu, mas como todo o grupo do Princesa está fazendo um excelente trabalho. Mostra que estamos sendo valorizados”, comentou.

Michel tem contrato com o Princesa do Solimões até o final do ano e diz que o objetivo dele, por enquanto é a Copa do Brasil e o Campeonato Amazonense.

“Estou muito feliz no Princesa, estamos em um ritmo muito bom no Amazonense e queremos muito conquistar o bicampeonato. Vamos deixar rolar”, finalizou o meia-atacante.