Publicidade
Esportes
ESPORTE

Projeto pretende implantar dez modalidades esportivas paralímpicas nas escolas do AM

Assunto será discutido durante o Seminário Regional Paralímpico Escolar 2018, que acontece entre em Manaus nos dias 23 e 25 de maio. As inscrições estão abertas 15/05/2018 às 15:40 - Atualizado em 15/05/2018 às 15:44
Show 99
Foto: Arquivo A Crítica
acritica.com

A implantação de dez modalidades esportivas para atender estudantes com deficiência matriculados nas escolas da rede pública do Amazonas será um dos assuntos abordados pela Secretaria de Estado de Educação e (Seduc) durante o Seminário Regional Paralímpico Escolar 2018, que acontece entre os dias 23 e 25 de maio, no Centro de Convenções Vasco Vasques, no bairro Flores, Zona Centro-Oeste de Manaus.

Professores de Educação Física da rede pública estadual que atuam na capital e no interior poderão se inscrever até a próxima sexta (18) no evento. As inscrições podem ser feitas no endereço: http://seminarioescolar.cpb.org.br/. O evento, organizado pela Academia Paralímpica Brasileira (APB), reunirá professores do Amazonas, Acre, Roraima e Rondônia, que fazem parte da Região Norte 1.

O evento tem como objetivo proporcionar aos participantes a inclusão, conhecimentos e experiências na área de esportes paralímpicos em cada deficiência; propiciar a oportunidade de divulgar experiências exitosas e inovadoras por meio da exposição de trabalhos; e capacitar, com conhecimentos técnicos e práticas pedagógicas, os profissionais que atuam com as modalidades oferecidas nas Paralimpíadas Escolares, nas diversas escolas estaduais da Federação e do Distrito Federal.

De acordo com o coordenador de Educação Física da Seduc no Amazonas, professor Joel Soldera, o evento trará contribuições significativas para professores e alunos com deficiência atendidos pela rede estadual. “Nós vamos discutir as nossas necessidades, enquanto professor, para com os nossos alunos. O que os estados, os municípios têm feito para poder melhorar a vida dessas crianças que têm algum tipo de deficiência? O que estamos fazendo para melhorar a vida delas falando da parte esportiva? Muitas vezes você pode até fazer a Educação Física, mas esse aluno acaba não praticando nenhum esporte e temos inúmeros esportes que podem ser praticados. Para nós é um ganho grande”, afirmou Soldera.

Novas modalidades paralímpicas

O ponto alto do evento para a Seduc, segundo Soldera, será a apresentação do projeto de implantação de dez novas modalidades esportivas paralímpicas nas escolas estaduais de Manaus e do interior do Estado. “Estamos em fase de implantação de dez modalidades esportivas nas escolas estaduais, que é atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha, futebol de cinco, futebol de sete, judô, golbol, natação, tênis de mesa e badminton. São essas as dez modalidades que vamos ofertar. O projeto está finalizado, deve chegar daqui a poucos dias no departamento de recrutamento de professor. Vamos falar também da implantação do golf-7 para pessoas com paralisia cerebral e do remo social que vai trabalhar com pessoas amputadas”, disse o coordenador.

Publicidade
Publicidade