Publicidade
Esportes
Craque

Quarta etapa da Copa Super kart terá mudanças na contagem, em Manaus

Vitória nas provas da Copa agora vale 27 pontos em vez de 20, preocupando alguns pilotos 15/11/2012 às 11:21
Show 1
Novidade Valendo para domingo!
Nathália Silveira Manaus

Ao longo da temporada da Copa Super Kart cada piloto tem que provar que é bom de pista e se adaptar o mais rápido possível ao trajeto sorteado. Na quarta etapa da disputa marcada para este domingo, às 9h, no Kartódromo da Vila Olímpica (bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste), não será diferente. Com um percurso anti-horário recheado de curvas baixas, os competidores terão que tomar cuidado para não derrapar ou abrir espaço para a ultrapassagem.

Mas não vai ser somente o traçado que promete tirar o sono dos participantes da Copa. Uma novidade - agradável para uns e para outros nem tanto - está dividindo opiniões e preocupando alguns pilotos.

O fato é, que de acordo com o organizador do evento, Caio Costa, a Associação dos Kartistas do Amazonas (AKA) decidiu mudar a contagem de pontos do evento em meio à temporada. Dessa forma, a corrida que valia 20 pontos para o primeiro colocado, passará a valer 27. A nova situação ameaça os grandes favoritos ao título e donos da ponta da tabela, como é o caso de Adriano Pizzonia, que soma no quadro geral 57 pontos e que, se não ficar em primeiro nas três próximas competições, poderá perder o posto.

Para Arian Maia (segundo colocado) e Eurico Tavares (segundo colocado) a situação se complica mais ainda. O primeiro soma 43 pontos no certame e o segundo 40. Dessa forma, ambos podem ser derrubados na disputa deste final de semana por qualquer um dos 25 corredores. “Daqui para frente tudo pode acontecer.  E essa indefinição torna a competição ainda mais empolgante”, afirma o presidente da AKA, Maurício Lopes.

Sempre polêmico, o diretor de prova e organizador do evento, James Bala, afirmou em entrevista que acha desnecessário a medida da AKA e que não concorda com a decisão.  “Isso só faz beneficiar alguns e deixar os que estavam à frente para trás. Para mim, isso não poderia ser colocado logo no meio da competição. Abre uma vantagem muito grande perante aqueles que se esforçaram e deram tudo de si nas etapas anteriores”, avaliou Bala, ao comentar que mais um piloto receberá punição, por não ter cumprido o regulamento do evento.

De acordo com o diretor, quem levará um “puxão de orelha” dessa vez é o piloto Eurico Tavares. O garoto de 16 anos perderá cinco pontos na classificação da próxima Copa por, na terceira etapa da competição (21 de outubro), ter ultrapassado dois pilotos (Adriano Pizzonia e Arian Maia) fora da zona do percurso. O incidente ocorreu na quarta volta da segunda bateria. “A gente avaliou e achou que essa seria a aplicação correta. Avisei que não iríamos deixar passar nada”, ressalta Bala.