Publicidade
Esportes
Craque

Quem irá derrubar o Penarol (AM) no Campeonato Amazonense de 2012?

Nove times vão tentar desbancar o Leão da Velha Serpa, que domina o cenário do futebol local há dois anos 28/01/2012 às 15:40
Show 1
Nove times vão tentar desbancar o Leão da Velha Serpa, que domina o cenário local há dois anos
Adan Garantizado Manaus

Nos últimos dois anos, uma única força dominou o campeonato Amazonense. Embalado por sua apaixonada torcida, o Penarol concentrou forças, derrubou adversário por adversário e levou o bicampeonato amazonense para Itacoatiara.
Para tentar acabar com o reinado do Leão da Velha Serpa, nove clubes desenvolvem seus projetos “secretos” nos últimos meses. De hoje até o mês de maio, Nacional, São Raimundo, Fast, Rio Negro, Holanda, Princesa, Operário, CDC Manicoré e Iranduba desfilarão seu “arsenal” pelos gramados amazonenses em busca de tirar o título das mãos do Penarol. E pelo quarto ano seguido, a TV A Crítica leva as emoções de nosso campeonato profissional para os dos 62 municípios do Estado. As transmissões começam a partir da terceira rodada, com o jogo entre Iranduba e Penarol, no estádio Álvaro Maranhão.
Quem quiser derrubar o Leão de Itacoatiara não vai ter vida fácil. O Penarol manteve boa parte da base campeã do último ano, como o goleiro Rascifran, o lateral Marcos Pezão e os atacantes Kitó e Marinho. O experiente Fábio Bala, que atuou na equipe durante a série D também continua na Velha Serpa. A grande novidade é o treinador goiano Roberto Oliveira.
Vice-campeão no ano passado, o Nacional deseja reconquistar sua hegemonia no Amazonas a todo custo. O clube não conquista o Campeonato Amazonense desde 2007. Para quebrar esta escrita, o clube trouxe Uidemar Oliveira, técnico campeão estadual em 2011. O veterano Róbson Garanha também deixou a aposentadoria de lado para reforçar seu clube de coração. Outro time que “bate na trave” nos últimos anos, o Fast Clube (que não vence o Estadual há 41 anos) aposta no Português Paulo Morgado no comando, no meia Michel Parintins e no atacante Roberto Dinamite.
O São Raimundo confia em Sérgio Duarte e na base vice campeã Brasileira da série D pelo América em 2010. Já o Rio Negro, de Iane Flores, tem o arisco Edinho Canutama na linha de frente de seu ataque.
As forças do interior do Estado também estão preparadíssimas para os cinco meses de batalhas. O Operário manteve a base que fez uma campanha surpreendente no ano passado. Bazinho, Toró e companhia prometem manter o Sapão na briga pelo título. Já o Princesa, tem no banco de reservas seu principal trunfo: Aderbal Lana. Um dos treinadores mais vencedores da história do futebol local. O Holanda do ex-volante Alberto Silva (herói do Tri da Copa Norte do São Raimundo), o CDC Manicoré e o Iranduba apostam em talentos do interior do Estado. Hora do primeiro round.