Publicidade
Esportes
Craque

Rai dá aula em academia de Manaus e diz porque não quer ser treinador de futebol

Ex-jogador do São Paulo e da Seleção Brasileira preferiu ficar longe do futebol profissional depois que parou de jogar profissionalmente 20/07/2012 às 18:12
Show 1
Raí faz aquecimento em academia de Manaus
Carlos Eduardo Souza Manaus (AM)

Destaque do São Paulo Futebol Clube na década de 1990 e um dos principais jogadores do Paris Sant Germain (Fran), o ex-jogador Rai está em Manaus onde participou de eventos da Copa do Mundo de 2014 e também lançou uma aula de academia, baseada nos treinamentos realizados por jogadores de futebol.

Baseado no trabalho do preparador físico Carlinhos Neves, Raí trabalha a parte de fundamentos do futebol, aliado à preparação física.

 Rai disse que, mesmo depois de deixar o futebol, continuou trabalhando, mas as aulas convencionais em academias não o agradavam, pois, ele estava acostumado ao retiro de treino nos clube por onde passou.

“Difícil você sair daquela correria do clube, onde há treinos diários para ficar somente numa academia. Quando retornei da Europa conversei com o Carlinhos Neves e deu certo a pareceria”, disse Rai.

Carreia de treinador

Geralmente o jogador de futebol quando encerra a carreira prefere seguir a carreira de técnico, mas Rai preferiu seguir outro caminho. Ele explica que o futebol te uma carga de trabalho exaustiva e, isso atrapalharia na sua vida social.

“Eu gostaria de estar trabalhando na área, mas o treinador trabalha muito e nunca para em casa. Treinador não tem tempo para a família e eu preso muito por isso. Sem contar que, quando o time perde o cara não pode sequer pode sair de casa”, disse Rai.

São Paulo

Desde que deixou  o São Paulo, mesmo longe do clube, o ex-jogador acompanha os bastidores do clube. Perguntado sobre a situação atual do clube, Raí disse que o São Paulo se preocupou muito com o Morumbi para a Copa do Mundo e acabou ficando com um time mediano e também os jogos da Copa.

“Hoje o São Paulo te um time com alguns destaques, mas não um time inteiro bom. Poderia estar melhor. Mas acredito que nos próximos anos o time volte com força total”, comentou Rai.

Paris Saint Germain

Amigo pessoal de Leonardo desde os tempos de São Paulo, Rai disse que o Paris Saint Germain, onde atuou quando deixou o São Paulo, está formando um time para ser campeão da Europa. Segundo ele, o título pode não vir na próxima temporada, mas, nos próximo cinco anos, o time gerenciado por Leonardo deve ser um dos destaques da Europa.

“Hoje é difícil jogar contra Barcelona e Real. Mas com o time que ele está montando, com certeza vai dar trabalho. Torço que isso aconteça”, disse Rai.

Rai Oliveira é Diretor da Atletas pela Cidadania e esteve em Manaus juntamente com Felipe Saboya, do Instituto Ethos, e Maurício Broinizi, da Rede Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis, que se reuniram com os candidatos a prefeito de Manaus.