Publicidade
Esportes
TRANSFORMAÇÃO

Rainha da superação: a candidata Sandy Salum perdeu 52 kg e virou musa

Sandy Salum sofria com a obesidade mórbida grau 2, mas fez a cirurgia bariátrica, mudou de vida, e está entre as selecionadas para a fase decisiva que precede o Peladão a Bordo 10/11/2017 às 14:24 - Atualizado em 10/11/2017 às 19:28
Show sandy 2
Sandy, hoje, é admirada pelas pessoas, ao exibir um corpo de fazer inveja. (Fotos: Evendro Seixas e Divulgação)
Jéssica Santos Manaus (AM)

Sandy Salum, 36, candidata à rainha, pelo time Castelo Forte F.C., chama atenção pela sua beleza e pelo seu corpão, mas quem a vê, nem imagina que ela já foi obesa um dia.
“É a primeira vez que eu participo de um concurso de beleza, porque eu era gorda, eu era feia, e decidi participar este ano apenas para representar o time, sem imaginar que iria dar toda essa repercussão, que eu iria ser classificada entre as mais bonitas”, disse ela. 

A candidata conta que está achando toda essa novidade de concurso, na sua vida, uma coisa bem legal. “Estou achando válido, pelo fato de eu ser uma ex-obesa, porque a gente fica muito limitada, apesar de perder peso. E, hoje, eu estar classificada entre 46 mulheres bonitas, quer dizer que eu superei todos os meus limites”, conta Sandy, que chegou a pesar 110 quilos e fez cirurgia bariátrica para emagrecer e voltar a ter saúde e autoestima.

Ela disse que teve distúrbio alimentar na adolescência, e que desde então vivia bem acima do seu peso ideal. “Posso dizer que eu era gordinha, mas quando eu tive meu filho, tive depressão pós-parto, fiquei enorme mesmo, virei obesa, tive hipertensão, diabetes, não conseguia emagrecer e sofria muito preconceito”, relembra Sandy.

Mas, após tantos problemas, a candidata à rainha decidiu mudar de vida. “Tem oito anos e meio que estou operada, perdi 52 kg em seis meses porque estava muito determinada e, assim que o médico me liberou, eu já comecei a malhar”, disse.

Sandy ressalta, no entanto, que não ficou com corpo de rainha da noite pro dia. “São oito anos progredindo, e eu mudei completamente a minha relação com a comida. Como pra viver, não tenho mais aquele desejo de comer pizza, isso e aquilo”, ressalta.

Após deixar de ser obesa, Sandy conta que a sua mudança não foi só em relação à alimentação. “Tudo mudou, inclusive minha relação com o mundo e com as pessoas, porque eu era uma menina muito triste, que aguentava muita coisa calada, e eu aprendi a falar, a dar minha opinião, sem precisar ouvir de ninguém: ‘ah, sai daí sua gorda!’, destaca.

Samba e Peladão
Hoje, além de ser uma das candidatas do Peladão, Sandy é Musa da Mocidade Independente de Aparecida, e afirma que sambar a ajudou a melhorar sua autoestima. “O fato de eu ter entrado pro carnaval ajudou muito na minha terapia corporal porque quando você emagrece, pensa que continua gordo, e as pessoas olhavam pra mim, sambando, e eu baixava a cabeça, ficava com vergonha, mas eu fui trabalhando isso, aprendendo a lidar, mas não é fácil”, disse ela.

Sandy foi rainha de escolas de samba por seis anos, é rainha do Castelo Forte F.C., mas busca, também, ser a Rainha do Peladão. “Comecei de brincadeira, mas espero entrar no barco, e tenho até medo de me imaginar lá dentro porque conheço meu gênio, não tenho papas na língua (risos)”.

Comidinhas da Sandy

A rainha emagreceu, mas ficou flácida, e não conseguia melhorar o problema. “Malhava, mas não via resultado, e percebi que minha alimentação estava errada”, disse.

Comendo certo, Sandy viu resultados que a levaram longe e abriram portas. “Quando entrei pro carnaval, as pessoas começaram a perguntar o que eu comia, e eu comecei a postar as marmitas nas redes sociais. Foi quando fiquei numa situação financeira complicada, tive a ideia de começar a vender minhas marmitas, e no outro dia já tinha encomenda”, relembra.

Ela já tem quase cinco anos trabalhando com cozinha saudável, sempre cria receitas sem glúten e lactose, e faz sucesso com as ‘Comidinhas da Sandy’, “Fui me aperfeiçoando porque é o que eu amo fazer”, destaca.

Assim, ela mudou de vida e profissão. “Larguei a fisioterapia, minha profissão de professora de inglês, faculdade de enfermagem, só pra me dedicar às comidas saudáveis”, conta Sandy, que hoje faz faculdade de gastronomia.

Publicidade
Publicidade