Publicidade
Esportes
Craque

Record: Fifa não cumpre palavra sobre direitos de TV

Emissora questiona anúncio de acordo com a Globo e cobra concorrência sobre direitos de transmissão das Copas de 18 e 22 29/02/2012 às 19:46
Show 1
Record: Fifa não cumpre palavra sobre direitos de TV
LANCEPRESS! Rio de Janeiro

A Rede Record de televisão emitiu um comunicado nesta quarta-feira acusando a Fifa de não cumprir com a palavra sobre os direitos de transmissão das Copas do Mundo de 2018 e 2022 no Brasil. A emissora garante que havia sido prometida pelo diretor de TV da Fifa uma licitação pública entre as redes de TV. Na última terça, porém, a entidade anunciou em seu site oficial o acordo com a Rede Globo para os eventos. A Record promete que estudará medidas judiciais na Suíça e no Brasil para garantir os direitos internacionais de negociação.

- A direção de nossa empresa ouviu garantias de que a licitação seria pública, transparente e aberta em regime semelhante ao que a Fifa realiza em países do mundo inteiro. Na oportunidade, a Record também entregou à Fifa um documento oficial afirmando que concordava com todas as condições para a aquisição dos eventos - diz o comunicado da Record, afirmando que Niclas Ericson, diretor de TV da Fifa, prometeu concorrência pelos direitos.

Na terça-feira, a Fifa fez o anúncio do acordo com a Globo, parceira da entidade nas transmissões de eventos desde 1970. Na ocasião, Jérôme Valcke, secretário-geral da Fifa, comentou a renovação da parceria:

- A força de distribuição da Globo em um território tão vasto como o Brasil garante que a competição possa ser seguida pelo maior número de pessoas possível e esse foi o fator determinante na nossa decisão em prorrogar o acordo com a Globo.

No comunicado desta quarta, a Record ainda acusa a Fifa de anunciar o acordo sem avisar a outras empresas de comunicação do país, e diz ser "estranho" um contrato "sem concorrência e decidido fora do horário comercial, sem ser à luz do dia e de forma transparente".