Publicidade
Esportes
Craque

Rio Negro controla a greve e encara o Tufão nesta quarta-feira

O presidente do Galo, Eymar Gondim, descartou, nesta terça-feira, a “greve” anunciada por alguns jogadores por falta de pagamento na partida desta quarta à tarde, 15h30, contra o São Raimundo, na Colina, Zona Oeste 15/02/2012 às 09:49
Show 1
O presidente do Rio Negro, Eymar Gondim promete pagar o salário atrasado
Jornal Acritica Manaus

O presidente do Rio Negro, Eymar Gondim, descartou, nesta terça-feira, a “greve” anunciada por alguns jogadores por falta de pagamento na partida desta quarta à tarde, 15h30, contra o São Raimundo, na Colina, Glória, Zona Oeste.

O dirigente reafirmou que não houve atraso salarial, mas admitiu ter ficado devendo parte dos vencimentos, garantindo que se reunirá hoje com os patrocinadores da folha de pagamento - orçada em R$ 35 mil mensais - para quitar a pendência. 

Eymar afirmou ter se reunido com os jogadores e com a comissão técnica ontem à tarde e que, na base do diálogo, tudo ficou resolvido. “Eu me reuni com todos os jogadores, dentre eles o Maranhão, o Son, o Ney Júnior, e não ouvi qualquer coisa sobre greve ou coisa parecida por salário. Foi divulgado que havia dois meses de atraso, mas não é possível, porque alguns começaram conosco dia 2 e outros dia 9 fevereiro.

O que houve foi atraso de parte que ficou faltando relativa ao dia 10 de fevereiro. Mas isso já estamos viabilizando com os patrocinadores da  folha de pagamento”, justificou o dirigente.

No Tufão, o técnico Sérgio Duarte, deve manter a mesma formação do time que venceu o Iranduba no sábado, com destaque para o jovem Raí, de 22 anos, no ataque. Hoje, Duarte reúne-se com o grupo.