Publicidade
Esportes
HANDEBOL FEMININO

Rio Negro massacra o Preciosíssimo Sangue por 66 a 18 no Campeonato Amazonense

Partida realizada no ginásio Renné Monteiro mostrou uma imensa disparidade técnica entre os dois times 18/08/2017 às 16:22
Show capturar
As emoções do campeonato continuam até domingo em Manaus e no interior (Foto: Anderson Silva/Sejel)
acritica.com Manaus (AM)

As meninas do Rio Negro mostraram que não se abalam com qualquer derrota. Depois de perder os 100% de aproveitamento para a equipe do HCM, as meninas do Galo da Praça da Saudade promoveram uma verdadeira goleada ao vencer o Preciosíssimo Sangue por 66 a 18. 

A partida realizada na noite da última quinta-feira (17) no ginásio Renné Monteiro mostrou uma imensa disparidade técnica em quadra. Enquanto a experiência reinava no time Barriga-Preta, a busca pelo amadurecimento das meninas do Preciosíssimo era  evidente.

“Estamos com seis meses de trabalhos. Entramos no Amazonense pela potência que está sendo esse campeonato. É o nosso primeiro ano e pretendemos crescer. Hoje, foi a nossa segunda derrota, nosso conjunto é novo, elas (Rio Negro) são experientes, disputam competições nacionais e isso pesou bastante. Mas essa derrota vai servir para o nosso time crescer mais ainda”, afirmou o técnico do Preciosíssimo, Daniel Machado.

Satisfeito não só pelo placar, como pela bom desempenho da equipe, o treinador do Rio Negro Jeferson Oliveira só pensa numa possível vaga na final. 

“É o nosso terceiro jogo. São duas vitórias e uma derrota, e ainda tem muita coisa pela frente. Foi um resultado bom, todas as formações que eu coloquei em quadra foram produtivas e o caminho é esse. Temos que corrigir, conversar, para chegar à final. A equipe jogou bem e até o último minuto as meninas correram e buscaram o resultado”, analisou o treinador.

Mais jogos

As emoções do Campeonato Amazonense de Handebol Adulto Masculino e Feminino, assim como na categoria Infantil, Júnior e Cadete, continuam com jogos nesta sexta-feira (18), sábado (19) e domingo (20) em Manaus e no interior. Para o final de semana, são mais de dez jogos.