Publicidade
Esportes
Craque

Rio Negro vence, se salva da degola e ainda ganha vaga nas semifinais

Impecável no primeiro tempo o Galo abriu 2 a 0, com gols de Bianor e Edinho Canutama. Rio Negro se classificou em terceiro e enfrenta o Fast, sábado 25/04/2012 às 16:23
Show 1
Ney Junior observa o cabeceio do filho Bianor, no primeiro gol do Rio Negro
Carlos Eduardo Souza Manaus (AM)

O Rio Negro venceu o Operário por 3 a 1, na tarde desta quarta-feira, no Estádio da Colina, pela 9ª rodada do Segundo Turno do Campeonato Amazonense 2012.

Os gols do Rio Negro foram marcados por Bianor Neto e Edinho Canutama. Com a vitória o Rio Negro se salva do rebaixamento e ainda se classifica em terceiro lugar, para as semifinais do Segundo Turno.

O jogo

O Rio Negro começou mandando no jogo e desde o início criou oportunidades para abrir o placar. Mas o gol só saiu aos 31 minutos, depois que o meia Smith cobrou escanteio e Bianor Neto desviou de cabeça no canto do goleiro Marcelo.

Aos 40 minutos o atacante Edinho Canutama pegou uma bola do lado esquerdo do gramado e levou até a entrada da área. Com o pé esquerdo ele finalizou no canto do goleiro, para fazer 2 a 0 Rio Negro.

No segundo tempo o Galo voltou com a mesma força e logo aos sete minutos, o meia Smith ganhou a bola do zagueiro e invadiu a área. Quando deu o corte Smith foi derrubado e o árbitro anotou pênalti. Delciney cobrou no canto esquerdo e fez o terceiro gol do Rio Negro no jogo.

O Operário ainda descontou com Cristiano Recife, de cabeça, aos 31 minutos. O time de Manacapuru está rebaixado para a Série B.

No sábado, o Rio Negro enfrenta o Fast Clube, no Estádio do SESI. Na outra semifinal o São Raimundo enfrenta o Iranduba, no Estádio Álvaro Maranhão, em Iranduba.

Ficha  técnica

RIO NEGRO 3 x 1 OPERÁRIO

Estádio da Colina

Árbitro: Ricardo Malvieri

Assistentes: Luis Cláudio Rodrigues da Costa e Edson Bastos

Gols: Bianor Neto aos 31 mn/1T e Edinho aos 40 mn/1T e Delciney aos 27mn/2T

Rio Negro: Adriano; Franco, Ney Junior, Bianor Neto e James; Pastor, Paca, Smith e Delciney; Edinho e Maranhão. Técnico: Iane Geber

Operário: Marcelo; André, Greg, Rafael e Hailton; Hugo, Cristiano Natal, Juninho e Vidinha (Bruno Love); Nilsão e Cristiano Recife. Técnico: Moisés dos Santos.