Publicidade
Esportes
Craque

Risco de morte do Wando caiu pela metade

Nesta sexta-feira (3), o cantor está consciente, lúcido e conversa com gestos e sinais com a esposa e a equipe do CTI 03/02/2012 às 14:52
Show 1
Wando
uol/celebridades ---

A equipe médica responsável por Wando disse em entrevista coletiva realizada nesta quinta (3) no Biocor Instituto, em Nova Lima, que o risco de morte do cantor caiu pela metade. "O Wando encontra-se em situação melhor. Hoje ele está consciente, lúcido e conversa com gestos e sinais com a esposa e a equipe do CTI. Seu risco de morte foi reduzido pela metade", disse o coordenador Heberth Mioto.

O médico afirma que se Wando continuar nesse ritmo, deve sair do CTI em uma semana, mas ainda assim não ignora os riscos. "Apesar da melhora, algumas complicações renais, respiratórias e cardíacas podem acontecer, mas hoje isso não é real", explica Mioto. "Já tiramos o aparelho que ajuda o coração a funcionar, o dispositivo de assistência cardíaca, e esperamos poder tirar nos próximos dias o aparelho que ajuda na respiração".

Mioto também contou que a necessidade de medicamentos foi reduzida e que alguns remédios já foram suspensos. O cantor deu entrada no hospital com 110 quilos e perdeu peso, o médico ainda não sabe quanto, mas diz que seu peso ideal é no máximo 80 quilos.

Questionado se Wando pode ter problemas nas cordas vocais, o médico afirmou que não e disse que a traqueostomia - procedimento cirúrgico feito no pescoço que cria um orifício artificial na traqueia - foi feita para dar mais conforto ao cantor e também para preservar sua voz.

Wando recebeu o carinho de amigos famosos nesta sexta (3). A cantora Claudia Leitte enviou um buquê de flores para o cantor e Jair Rodrigues dedicará seu próximo show ao amigo.

ENTENDA O CASO

Wando foi internado na UTI no dia 27 de janeiro, uma sexta-feira, com fortes dores no peito. No sábado (28), ele foi submetido a uma angioplastia coronariana de emergência para desobstrução de artérias do coração.

"Temos ideia de vários fatores que contribuem para este quadro, como o uso do tabaco, pressão alta, sedentarismo além da hereditariedade. O Wando tem um histórico familiar muito forte. Ele é sedentário e obeso. Ele parou de fumar há muitos anos, mas fumou", explicou o médico do caso.

Em entrevista coletiva, a mulher de Wando, Renata Costa, disse que o cantor não fuma e não bebe, mas trabalha muito e "come errado". "Às vezes a gente escuta umas coisas que não têm nada a ver. O Wando não fuma, não bebe (bebida alcoólica). O Wando trabalha demais, não tem tempo para se exercitar, come errado e tem ainda o problema hereditário, porque o pai dele faleceu do coração”, afirmou.

Ela disse ter sido a primeira vez que o marido apresentou um quadro de complicação cardíaca. “Ele fazia todos os exames médicos. Inclusive os exames cardiológicos que ele fez, há uns quatro ou cinco meses, não deram nenhuma alteração”, afirmou. “Ele gosta muito de viver e está em uma fase muito feliz”, disse ela, que tem uma filha de 5 anos com o cantor.