Publicidade
Esportes
Craque

Romário ignora má fase do Flamengo e sugere Joel para o lugar de Mano na seleção

A postura crítica do ex-jogador ao trabalho de Mano Menezes não é novidade. Para Romário, foi um erro da CBF permitir que ele comandasse o time nos Jogos Olímpicos de Londres 17/04/2012 às 10:40
Show 1
Romário falou sobre a situação da Seleção Brasileira
Uol/ Esporte ---

Romário diz que, se fosse o presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), ainda não teria demitido o técnico Mano Menezes. O agora deputado, no entanto, já sabe bem quem ele quer que comande o Brasil na Copa do Mundo de 2014: Joel Santana, independentemente da má fase do Flamengo.

“E qual é o problema do momento do Flamengo? Joel é Joel”, resumiu Romário, em entrevista para o diário Lance!.

A postura crítica do ex-jogador ao trabalho de Mano Menezes não é novidade. Para Romário, foi um erro da CBF permitir que ele comandasse o time nos Jogos Olímpicos de Londres (para ele, Ney Franco teria de estar à frente da equipe), e seu cargo estará em risco em caso de fracasso.

“Até o presidente da CBF disse que o técnico do Brasil de hoje pode não ser o mesmo de 2014. Tem que ter resultado. A seleção de hoje seria difícil passar até da primeira fase da Copa, mas ainda temos dois anos para preparação e não passar tanta vergonha”, disse Romário, que ainda falou sobre a relação dele com José Maria Marin.

Quando o substituto de Ricardo Teixeira assumiu a CBF, Romário foi duro ao lembrar do episódio em que ele supostamente roubou uma medalha na premiação da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Semana passada, os dois se encontraram no Congresso e, aparentemente, fizeram as pazes.

“Falei algumas coisas em relação a ele quando assumiu, sobre o episódio das medalhas, mas o conheci pessoalmente em Brasília. Tem boas ideias. Espero que possa refazer a cara do futebol. Temos de dar oportunidade. Ele já está bem por não cumprir o que disse de ‘dar continuidade ao legado de Ricardo Teixeira’”, disse o deputado.