Publicidade
Esportes
Craque

Sandro Viana garante passaporte para Olimpíada de Londres

Aos 35 anos, Sandro Viana vai para sua segunda Olimpíada. Em Pequim, há quatro anos, ele parou nas quartas de final nos 200 metros e ainda na eliminatória nos 100 metros. 17/05/2012 às 15:10
Show 1
Sandro Viana ganha vaga e Londres 2012
Acrítica.com Manaus (AM)

O velocista amazonense Sandro Viana confirmou seu passaporte para a Olimpíada de Londres, na prova de revezamento dos 200m rasos.

O índice que selou o “visto” para a Inglaterra foi conquistado nos durante o Torneio FPA Adulto e Juvenil, na noite de sábado, no Ibirapuera, em São Paulo. Além de Sandro, Aldemir Gomes alcançou o índice Olímpico. Nessa mesma prova o Brasil já tinha Bruno Lins, finalista do Mundial de Daegu, no ano passado, garantido nos Jogos de Olímpicos de Londres.

Aldemir Gomes venceu a prova em São Paulo com o tempo de 20s42, seguido por Sandro Viana, apenas um centésimo mais lento. Os dois ficaram abaixo do índice olímpico de 20s51 exigido pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).

Em terceiro lugar chegou Bruno Lins (20s64), que já está garantido em Londres por ter sido um dos 10 primeiros do ranking mundial em 2011. “Estou treinando forte desde dezembro, ou seja, praticamente cinco meses de desgaste. Gostei do meu tempo e dei sorte de correr numa raia ‘boa’.

Como sou um cara grande, tenho mais velocidade nas raias mais abertas, pois o ângulo da curva acaba favorecendo. Agora é continuar melhorando para confirmar de vez a ida aos Jogos”, comenta Sandro, se referindo ao fato de que ainda há a possibilidade de outros brasileiros fazerem o índice, com tempos abaixo do dele.

Aos 35 anos, Sandro Viana vai para sua segunda Olimpíada. Em Pequim, há quatro anos, ele parou nas quartas de final nos 200 metros e ainda na eliminatória nos 100 metros.

Já Aldemir Gomes é uma revelação do atletismo brasileiro. Aos 19 anos, ele estava em São Paulo para participar do camping de treinamento do revezamento 4x100 metros e aproveitou para participar da competição no Ibirapuera e testar o que aprendeu.

Saiu de lá com o índice Olímpico. Alívio e surpresa Sandro Viana disse ao CRAQUE que a conquista do índice trouxe duas situações.

“Sabia que conquistaria a vaga, mas com a vitória do Aldemir Gomes (que teve o tempo melhor do que o do amazonense), terei que superá-lo para competir nas provas individuais. Até agora, só estou confirmado na do revezamento”, comentou Sandro.