Publicidade
Esportes
Craque

Sandro Viana vai morar e treinar nos EUA nos próximos cinco meses

No próximo domingo o amazonense embarca para a cidade de Georgia, em Atlanta, onde vai ficar hospedado no alojamento  da Universidade do município americano 03/01/2013 às 07:28
Show 1
Sandro Viana vai para os EUA
Kelly Jheniffer Manaus

Pronto para dar mais um salto em sua vida e correr pelas pistas do mundo, Sandro Viana agora vê a sua  frente um novo desafio: por cinco meses ele vai morar um pouco mais longe da família e encarar novos treinamentos. Agora, o novo lar desse amazonense de fibra será os Estados Unidos da América (EUA). No próximo domingo Viana embarca para a cidade de Georgia, em Atlanta, onde vai ficar hospedado no alojamento  da Universidade do município americano.

O objetivo dele: descobrir novas técnicas, melhorar o desempenho e condicionamento físico e, principalmente, descobrir o segredo para treinamentos mais rápidos, em relação ao tempo necessário e a eficiência dos americanos. “Vou absorver o máximo possível, pois quero trazer todo esse conhecimento e implantar aqui no Amazonas. Quero ajudar a fomentar o esporte local”, disse.

Segundo Viana, não é de hoje que surgem convites para morar fora do país. Ele chegou, inclusive, a ser convidado para treinar em Cuba, ano passado, mas achou por bem não aceitar a proposta. Mas em novembro do ano passado surgiu uma nova oportunidade que lhe pareceu interessante.

“Ao longo da minha carreira, construí muitos amigos, sejam eles atletas ou treinadores. Muitos me chamaram  para treinar em outros países, mas eu não quis. Agora, apareceu o momento ideal e vou para os Estados Unidos em busca de mais conhecimento”, ressaltou.

O convite um tanto “audacioso” partiu do amigo treinador das Bahamas,  Dwayne Jennins. Viana contou que Dwayne se interessou pelas marcas do atleta amazonense e o indicou para ûm irmão dele, George Cleare,  que também é treinador é EUA.

“O George também ficou impressionado com as minhas marcas. Além disso, o meu desempenho é bem parecido com o ritmo de treino dele, aí veio a proposta e dessa vez, eu não recusei”, contou o velocista que está feliz com a viagem, porém um pouco apreensivo. “Bem, eu não sei o que vai acontecer lá porque é tudo diferente. Vai ser uma vida nova, cultura idioma, enfim, tudo diferente... Mas estou confiante que vai dar certo”, completou.

O corredor já tem dia certo para começar. “No dia 7 (de janeiro) já começou meu novo treinamento”.

Saudade também vai no coração
E se tem uma coisa que Sandro Viana vai levar na bagagem é a saudade que vai sentir  da família. Ele vai, mas a mãe, a esposa e a filha vão permanecer em Manaus.

“Estou me sentindo pesado por isso. Foi uma decisão difícil de tomar, afinal ficar longe da família sempre é muito complicado. O importante é que conto com o apoio deles e vamos procurar matar a saudade do jeito que der”, falou.

No entanto, essa ponte áerea um pouco mais extensa deve terminar em breve, já que no início de maio, o velocista quer está preparado para as competições nacionais.

“A minha ida é a título de curiosidade. Quero aprender mais, melhorar meu desempenho e voltar logo no começo de maio para disputar os GPs nacionais. O primeiro deve ser em Fortaleza”, disse, já pensando em novas conquistas e até sonhando com as Olímpiadas de 2016, no Rio.  “Não posso deixar de fora a oportunidade de fazer bonito no País”.