Publicidade
Esportes
Craque

Santos vence o Mogi Mirim e enfrenta São Paulo nas semifinais

San-São será disputado nesta fase do Paulistão pela terceira vez consecutiva; Neymar marca seu 99º gol com a camisa santista 22/04/2012 às 18:10
Show 1
Com um golaço, Neymar ajudou o Santos a conquistar sua quarta classificação consecutiva às semifinais do Paulistão
Lance ---

Com um gol de Maranhão e outro golaço de Neymar, o Santos bateu o Mogi Mirim por 2 a 0 na tarde deste sábado, na Vila Belmiro, e se classificou às semifinais do Paulistão Chevrolet 2012, pela quarta vez seguida. O adversário será o São Paulo, que garantiu a vaga no sábado, ao bater o Bragantino no Morumbi.

É a terceira vez consecutiva que as equipes se enfrentam nas semifinais do Campeonato Paulista. Nas duas últimas, o bi-campeão paulista Santos se deu melhor.

A data do confronto, que será no Morumbi, deve ser definida na segunda-feira. Provavelmente, o San-São será no domingo, já que o Tricolor enfrenta a Ponte Preta na quinta-feira, pela Copa do Brasil. Já o Sapão aguarda também as datas para a disputa do Troféu Interior.

O JOGO

O Santos deu início pressionando o Mogi. Logo aos quatro minutos, Neymar começou a aparecer. Deu uma bela 'lambreta' em Roni, forçando a falta e o primeiro cartão amarelo do jogo. Novamente em jogada individual, a Joia santista sofreu nova falta, desta vez de Edson Ratinho, e forçou o segundo cartão para o Sapão.

A primeira chance de gol do Santos foi aos 12 minutos. Neymar avançou pela esquerda e tocou para Ganso, que cruzou de primeira para Alan Kardec. O atacante testou por cima do gol, levantando a torcida na Vila Belmiro.

Outra boa chance para o Peixe aos 18. Juan fez linda jogada e rolou para Neymar, que bateu cruzado, rente à trave esquerda do goleiro Anderson. Em seguida, no contra-ataque do Sapão, Felipe chutou de fora da área, com força, exigindo boa defesa de Rafael.

E o Santos chegou ao gol aos 22 minutos. Neymar, com classe de sobra, cruzou para Maranhão, que testou no contrapé de Anderson, abrindo o placar para o Peixe.

Após o gol, o Mogi foi obrigado a sair mais ao ataque. Mas com um ótimo desempenho de Arouca na marcação, o Santos manteve a maior posse de bola durante toda a primeira etapa. O lateral Edson Ratinho sofria com Neymar, que finalizou com perigo aos 30, quase ampliando.

Aos 35, Juan arriscou de fora da área e quase surpreendeu Anderson, que espalmou para escanteio. Na cobrança, Ganso pôs na cabeça de Alan Kardec, que isolou.

No restante da primeira etapa, o Peixe diminuiu o ritmo e não assustou mais o Sapão, que também pouco produziu.

SEGUNDO TEMPO

Para a segunda etapa, o técnico do Sapão, Guto Ferreira, sacou de campo os dois 'amarelados' por Neymar. Pôs Luis Felipe no lugar de Edson Ratinho, e Jefferson Maranhão no lugar de Roni.

A primeira boa chance foi do Sapão. Jefferson Maranhão avançou pela direita, driblou a marcação, mas foi infeliz na hora da finalização, chutando para fora.

O Santos baixou o ritmo ofensivo, e passou a errar mais passes. O Mogi, após as substituições, começou a manter mais a bola e equilibrou as ações santistas.

Mas a estrela de Neymar resolveu brilhar. O camisa 11 recebeu de Maranhão pela direita, avançou entre os marcadores e teve frieza para escolher o canto esquerdo de Rafael. Um golaço, o de número 99 na sua carreira pelo Santos.

Após fazer o segundo, o Santos praticamente puxou o freio de mão. O Mogi, desanimado, também pouco fez e a partida caiu na monotonia até o apito final.

Próximos Jogos

Pela Libertadores da América, o Santos tem partida complicada na quarta-feira: Enfrenta o Bolivar-BOL, em La Paz, pelo jogo de ida das oitavas. A altitude preocupa a equipe de Muricy, que espera dificuldades na Bolívia.

Já o Mogi Mirim espera a definição do Troféu Interior para conhecer seu adversário nas semifinais.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 X 0 MOGI MIRIM

Local: Vila Belmiro  (SP)
Data/Hora: 22/04/2012 - 16h
Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Mauro André de Freitas

GOLS: Maranhão, 22'/1ºT (1-0); Neymar, 26'/2ºT (2-0);
CARTÕES AMARELOS: Maranhão, Juan (SAN); Roni, Edson Ratinho, Renê Junior, Luis Felipe (MOG)
CARTÕES VERMELHOS: -
RENDA E PÚBLICO: R$ 307.540,00 / 10.635 pagantes

SANTOS: Rafael, Maranhão, Edu Dracena, Durval e Juan; Adriano, Arouca (Elano, 38'/2ºT), Ibson e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Alan Kardec. Técnico Muricy Ramalho.

MOGI MIRIM: Anderson, Edson Ratinho (Luis Felipe, intervalo) Tiago Alves, Lucas Fonseca e João Paulo; Val, Baraka, Renê Júnior e Felipe; Roni (Jeferson Maranhão, intervalo) e Hernane. Técnico: Guto Ferreira.