Publicidade
Esportes
Craque

São Paulo dá susto, mas vira o jogo e vence o Oeste

Tricolor sai atrás, mas faz três gols e consegue vitória. Goleada da primeira rodada ficou só na memória do torcedor são-paulino 25/01/2012 às 19:47
Show 1
Wellington fez o segundo gol do São Paulo contra o Oeste
LANCEPRESS! Presidente Prudente (SP)

O São Paulo não repetiu o bom futebol da estreia no Paulistão, quando goleou o Botafogo-SP por 4 a 0. Mesmo assim, 'jogou para o gasto', e venceu o Oeste por 3 a 2, de virada, em Presidente Prudente (SP).

O Oeste saiu na frente, com Tadeu, mas o Tricolor virou em apenas dois miuntos, com gols de Cris (contra) e Wellington. Na segunda etapa, Lucas fez um golaço para aumentar. Tadeu ainda teve tempo de fazer o segundo do Oeste, nos acréscimos.

Com o resultado, o São Paulo vai aos seis pontos no Paulistão. O Oeste, por sua vez, acumulou sua segunda derrota (perdeu aprimeira para o Guarani, por 2 a 1) e segue sem pontuar no Paulistão.

Além da vitória sobre o Oeste, o torcedor são-paulino deve ter mais uma alegria em breve. Nilmar, atacante do Villareal, pode ser o novo reforço do Tricolor para 2012. Em reunião na última terça-feira, o clube ofereceu vínculo longo e salário semelhante ao do Villarreal ao jogador e o negócio deve ter novidades nos próximos dias.

O JOGO

A partida em Presidente Prudente (SP) começou a todo o vapor. No entanto, o São Paulo não conseguiu mostrar sua superioridade logo no início da partida. O Oeste, valente, iniciou de igual para igual o jogo com o Tricolor.

Alternando bons momentos e finalizações, São Paulo e Oeste fizeram um primeiro tempo movimentado e, acima de tudo, equilibrado.

A primeira chance foi justamente do Oeste. Aos cinco minutos, Mazinho colocou boa bola na área do São Paulo, mas Denis saiu muito bem do gol para salvar, enquanto Tadeu chegava bem posicionado pelo meio.

Pouco depois, aos oito minutos, foi a vez do Tricolor. Luis Fabiano passou por dois marcadores, correndo ao lado de Lucas, se atrapalhou e não conseguiu finalizar em cheio. Mesmo assim, a bola chegou a tocar na trave.

Aos poucos, o São Paulo passou a dominar o jogo e tornar os ataques do Oeste cada vez mais raros. Porém, quando o Oeste chegou novamente, foi letal.


Aos 27 minutos da segunda etapa, após escanteio batido na área por Fernandinho, a bola ficou no bate-rebate entre os zagueiros são-paulinos e sobrou para Tadeu, velho conhecido da torcida palmeirense, mandar para dentro.

No entanto, logo na saída de bola, indo em direção ao gol do Oeste, o São Paulo mostrou que estava disposto a virar o jogo rapidamente.

Quando o jogo estava com 31 minutos, Cris, capitão do Oeste, marcou contra. Após Fernandinho levantar na área, Edson Silva cabeceou e o zagueiro fez contra para empatar a partida.

Se enganou, quem pensou que o São Paulo tiraria o pé do freio após o gol de empate. Menos de dois minutos, o Tricolor virou o jogo. Luis Fabiano lançou Wellington, que ficou de frente para o goleiro e tocou com categoria para fazer o segudo.

No intervalo, Luis Fabiano criticou os companheiros, dizendo que os companheiros estavam abusando da individualidade. No entanto, na maior chance criada pelo Tricolor no início da segunda etapa, o próprio Fabuloso segurou demais a bola e perdeu ótima chance em contra-ataque rápido da equipe.

A segunda etapa não reservou tantas emoções quanto a primeira. O São Paulo passou a administrar o resultado. Enquanto isso, o Oeste tentava, mas não tinha forças para assustar o Tricolor.

Nas duas primeiras chances da partida, quase saiu mais um gol contra para o jogo. Na primeira, Tadeu foi ao fundo e Edson Silva afastou mal, fazendo a bola levar perigo. Depois, foi a vez de Lucas tentar o levantamento e quase ver Adriano jogar contra seu gol.

A qualidade sofrível da primeira etapa finalmente acabou pelos pés de Lucas. O camisa 7, aos 32 minutos do segundo tempo, fez um golaço. Ele arrancou, passou por dois marcadores e chutou forte para anotar o terceiro do Tricolor.

No fim, o Tricolor apenas administrou o jogo e tocou muito a bola para que o tempo passasse. Mas não impediu o gol de Tadeu, de cabeça, após falha de Denis em saída do gol. Nada que atrapalhasse a vitória, que já estava sacramentada: 3 a 2 para o São Paulo.

PRÓXIMOS JOGOS

As duas equipes voltam a campo já no próximo sábado, às 17h, em partidas válidas pela 3ª rodada do Paulistão. O Tricolor recebe o São Caetano, no Morumbi. Enquanto isso, o Oeste enfrenta o Mirassol, em Amaros.

FICHA TÉCNICA

OESTE 2 X 3 SÃO PAULO

Estádio: Prudentão, Presidente Prudente (SP)

Data/hora: 25/1/2012 - 19h30

Árbitro: Marcelo Rogério

Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo

Renda/público: R$ 194.220 / Não divulgado

Cartões amarelos: Dionísio (OES); Wellingotn e Piris (SAO)

Cartões vermelhos:

Gols: Tadeu, 27'/1ºT (1-0), Cris (contra), 31'/1ºT (1-1), Wellington, 33'/1ºT (1-2); Lucas, 32'2ºT (1-3), Tadeu, 45'/2ºT (2-3)

OESTE: Zé Carlos; Adriano, Cris e Gualberto (Wanderson, 23'/2ºT); Osvaldir, Dionísio, Batista (Assisinho, 7'/2ºT), Roger e Fernandinho; Mazinho e Tadeu. Técnico: Estevam Soares

SÃO PAULO: Denis, Piris, Edson Silva, Rhodolfo (Joaão Filipe, 26'/2ºT) e Cortês; Wellington, Denilson, Cícero (Casemiro, 20'/2ºT) e Lucas; Fernandinho (Maicon, intervalo) e Luis Fabiano. Técnico: Emerson Leão.