Publicidade
Esportes
Craque

Seedorf tem estreia frustrante, Bota joga mal e é derrotado pelo Grêmio no Engenhão

O holandês teve atuação razoável, criando algumas oportunidades perigosas. Entretanto, o meia não foi decisivo e viu o Alvinegro ser derrotado em casa pela terceira vez no Brasileirão 22/07/2012 às 19:35
Show 1
Seedorf fez sua estreia e deixou o campo na segunda etapa
Uol/ Esporte ---

A estreia de Seedorf não ocorreu com a torcida do Botafogo esperava. Apesar de terem lotado o Engenhão - 34.621 presentes -, os torcedores voltaram para casa com um gostinho amargo na boca após seu time ser derrotado pelo Grêmio por 1 a 0, neste domingo. O holandês teve atuação razoável, criando algumas oportunidades perigosas. Entretanto, o meia não foi decisivo e viu o Alvinegro ser derrotado em casa pela terceira vez no Campeonato Brasileiro. Marcelo Moreno fez o gol da partida na etapa final.

Com o resultado, o Botafogo cai para a oitava colocação e se distancia do G-4, que dá vaga à Libertadores de 2013. Na próxima rodada o Glorioso terá mais uma oportunidade de se recuperar atuando no Engenhão, já que enfrentará o Vasco, na próxima quarta-feira.

O jogo

Empolgado com o Engenhão praticamente lotado, o Botafogo partiu para cima do Grêmio e apetando a saída de bola do adversário. Entretanto, o Alvinegro deixou espaços em sua defesa e os gaúchos quase abriram o placar logo aos 2min com Leandro, que chutou em cima de Jefferson. Passada a euforia inicial, os donos da casa passaram a dominar as ações. Cada toque na bola de Seedorf era festejado pelos torcedores, que saudaram Andrezinho, no banco de reservas para a entrada do holandês.

O primeiro bom lance do camisa 10 ocorreu aos 12min, quando dominou dentro da área, cortou o marcador e tentou de pé direito acertar o ângulo esquerdo de Marcelo Grohe, que fez boa defesa. O Grêmio, por sua vez, fazia boa marcação e saía em velocidade nos contra-ataques. Mas foi o Botafogo quem quase abriu o placar em mais uma boa jogada de Seedorf. O apoiador invadiu a área, passou pelo zagueiro e cruzou para Fellype Gabriel, que cabeceou por cima.

Se por um lado a presença da torcida empolgou, por outro acabou criando uma pressão ainda maior sobre a equipe, que cometia erros alguns erros primários. Impacientes, os torcedores pegavam no pé de Fábio Ferreira e Marcio Azevedo, que vinha de uma sequência de boas atuações. “Temos que acetar os passes. Quando erramos, damos contra-ataques ao Grêmio. Isso não pode ocorrer”, disse Renato após o fim do primeiro tempo.

Entretanto, a etapa final tornou o panorama ainda mais dramático quando Marcelo Moreno abriu o placar após bela jogada do Grêmio aos 3min. Logo em seguida, o Botafogo respondeu com Vitor Júnior e Fellype Gabriel, que acertou o travessão. O meia, no entanto, deu lugar a Andrezinho para a vibração da torcida. Apesar da derrota, Seedorf foi substituído por Rafael Marques, aos 24min, e foi ovacionado pelos botafoguenses.

Após as substituições, o Alvinegro pressionou os gaúchos e quase empatou com o camisa 17 em cobrança de falta, que Léo Gago tirou em cima da linha. O Grêmio, por sua vez, apresentava uma defesa muito sólida e dava poucas brechas aos donos da casa. No fim, o técnico Oswaldo de Oliveira ainda tentou modificar a equipe com a entrada de Willian na vaga de Lucas Zen. O Glorioso reclamou de um pênalti, mas o Alvinegro não soube furar a retranca do Tricolor e amargurou a terceira derrota atuando no Engenhão neste Brasileirão.

Mesmo com a derrota, a torcida do Botafogo soltou  grito de "Ninguém Cala", mostrando que o apoio será incondicional neste Brasileiro.