Publicidade
Esportes
Craque

Sem futebol profissional, Jogadores do Amazonas ‘rumam’ para o Pará

Com o cancelamento da série B do Amazonense, no segundo semestre, alguns atletas optam por um destino comum nessa época do ano: O Pará 27/09/2012 às 09:59
Show 1
Rotina Paraense, atacante Marinho é reforço do Ananindeua na Segundinha
Bruno Tadeu Manaus

De volta desde 2007, a Série B do Campeonato Amazonense se tornou uma opção aos atletas que atuam no Estado para evitar a inatividade no segundo semestre. Este ano, no entanto, a competição foi cancelada pela falta de participantes, fazendo com que alguns atletas optassem por um destino comum nessa época do ano: o Pará.

No Estado vizinho, a segunda divisão local começou no último dia 15 e conta com dez participantes, sendo que dois clubes desistiram. Dentre os times, três foram escolhidos como destino por pelo menos 11 atletas que atuaram no Campeonato Amazonense deste ano.

O que mais recebeu reforços do Amazonas foi o Santa Rosa. A equipe conta com o atacante Clailson, atleta do São Raimundo no primeiro semestre, além dos jovens Robson, Tubarão e Luan, que foram emprestados pelo Nacional. Apesar dos dois gols marcados por Clailson, artilheiro do time, o Santa Rosa é o último colocado do Grupo A da Segundinha paraense.

Em melhores condições estão os jogadores que optaram por migrar ao Paragominas, que divide a liderança do Grupo B da competição. O time do interior do Estado foi um dos que mais investiu e tem no elenco o zagueiro Cristovam, ex-Nacional, os meias Bené, que atuou pelo Princesa do Solimões e Michell, principal goleador do Fast em 2012 com 12 gols, além do atacante Renato Gladiador, artilheiro do Tubarão de Manacapuru no Estadual deste ano com 6 gols anotados.

Líder absoluto da Série B do Campeonato Paraense, o Ananindeua conta com Fininho, atleta do Penarol no Estadual e na Série D do Brasileirão deste ano, assim como o atacante Ma rinho, este artilheiro do Leão da Velha Serpa no Campeonato Amazonense com 12 gols, além do goleiro Naylson, outro ex-Fast e Penarol.

A mudança para o futebol paraense é algo comum para atletas que atuam no Amazonas no início da temporada, mas neste ano o êxodo foi impulsionado com a falta de clubes para a disputa da Série B local. Apenas Sul América e Tarumã manifestaram interesse em competir.

“A gente gostaria de ter realizado, mas não houve nenhum problema”, disse o diretor técnico da Federação Amazonense de Futebol (FAF), Ivan Guimarães.

Tarumã  de olho na Copa Norte
Vencedor do Campeonato Amazonense Júnior deste ano, o Tarumã definiu ontem que irá participar da Copa Norte Sub-20, organizada pela Federação Paraense de Futebol (FPF) e com previsão para acontecer em novembro, no Pará.

A única despesa do clube enquanto participante da competição regional é referente à viagem ao estado vizinho, pois hospedagem, alimentação e traslado local serão custeados pela FPF. Mesmo assim, o presidente do Tarumã, Antonio Policarpo, adiantou que o clube está atrás de patrocínios.

Outra medida a ser adotada pelo representante amazonense é o empréstimo de jovens atletas do Nacional, opção que deu certo no Estadual Sub20. “Temos esse caminho para seguir porque fomos campeões com o pessoal que hoje foi para o Nacional. Não adianta a gente buscar pessoas que não estão preparadas”, avaliou o dirigente do Tarumã.