Publicidade
Esportes
Craque

Sem vencedor há quatro anos, Fla e Vasco lutam contra empate no Engenhão

O confronto deste domingo (19) promete fortes emoções aos torcedores do Vasco e do Flamengo. Ambas equipes buscam a vitória por diferentes motivos e também para acabar com a série de empates entre as duas equipe que já dura um bom tempo. 19/08/2012 às 14:49
Show 1
Sem vencedor há quatro anos, Fla e Vasco lutam contra empate no Engenhão
UOL Rio de Janeiro

O maior clássico do futebol carioca está sem vencedor há quase quatros anos. Isso mesmo, nos confrontos pelo Campeonto Brasileiro o Fla e o Vasco não saem do empate a um bom tempo. Por isso a expectativa para o confronto de mais tarde no Engenhão, às 18h30 ( horário de Brasília),é enorme. O Vasco não quer deixar o Atlético-MG e o Fluminense se distanciarem na ponta e o mengo busca a reabilitação na competição.

A última vitória foi em 19 de outubro de 2008, quando o Rubro-Negro ganhou por 1 a 0, no Maracanã. Na sequência, aconteceram mais quatro encontros e todos terminaram empatados. Em 1º de agosto de 2010, os times não saíram do 0 a 0, no Maracanã.

Os últimos três clássicos aconteceram no Engenhão. 1 a 1, em 24 de outubro de 2010, 0 a 0, em 28 de agosto de 2011, e 1 a 1, em 4 de dezembro de 2011. Enquanto o Cruzmaltino luta para seguir na cola dos líderes Atlético-MG e Fluminense, o Rubro-Negro deseja voltar a vencer após a derrota para o Palmeiras no meio de semana.

Para alcançar o objetivo pré-determinado, o técnico Dorival Júnior confia na força da torcida para que o Flamengo suba na tabela de classificação.

“O apoio (da tordida) é mais do que necessário. É fundamental essa participação para que possamos recuperar esse tempo perdido. Nesse tempo isso tem feito falta. A falta do torcedor é um prejuízo ainda maior”, afirmou.

Pelo lado do Gigante da Colina, o volante Wendel fez elogios ao Flamengo.

“Esse é um dos jogos mais difíceis da competição. Em um clássico, tudo tem uma dimensão maior. O Flamengo é uma equipe perigosa, mas vamos buscar a vitória e esquecer o que passou”, finalizou

Matéria do UOL Esporte.