Publicidade
Esportes
Craque

Semifinal entre Iranduba e São Raimundo terá duelo com técnicos lusitanos

De um lado, Fernado Lage, nascido na Angola e criado em Viseu, em Portugal, 40 anos, técnico do Iranduba. Do outro Luis Miguel, português, nascido e criado em Lisboa, a mesma idade, comandante do Tufão 02/05/2012 às 11:10
Show 1
Técnicos Luis Miguel e Fernando Lage deixarão a cordialidade de lado?
Paulo Ricardo Oliveira Manaus

 De um lado, Fernado Lage, nascido na Angola e criado em Viseu, em Portugal, 40 anos, 138 quilos, bom de boca, técnico do Iranduba. Do outro, Luis Miguel, português   nascido e criado em Lisboa, a mesma idade, dois quilos a mais, também afeito aos pratos fartos, comandante do São Raimundo.   

  Nesse clima amigável, gastronômico, mas ao mesmo tempo hostil, os gajos que ancoraram no futebol amazonense farão um duelo à parte à beira do campo neste primeiro jogo das semifinais de hoje, no estádio Roberto Simonsen  (Sesi), entre Iranduba x São Raimundo.

  A peleja terá transmissão ao vivo pela TV A Crítica (Record), às 20h em Manaus.

 Ambos os técnicos pretendem “jogar pesado” dentro e fora de campo a fim de garantir vantagem no jogo de volta.

  Embora estejam em lados opostos, Lage e Luis já sentaram juntos para saborear um bacalhoada regada a vinho do Porto em clima de amizade. Mas hoje a amizade vai dar um tempo. Será cada um por si, pois vale vaga na final do returno do Estadual de 2012. 

Mesmo dispondo de todos os titulares, Lage ainda não decidiu o time que começa jogando. “O grupo está bastante motivado para este jogo. Estamos com força total, mas ainda tenho dúvidas na escalação. Vai ser um jogo de 180 minutos, mas vamos tentar tomar logo a iniciativa para sair na frente”, diz o treinador, que pode optar por três atacantes, Israel Mineiro, Juan e Júnior, ou recuar este último para o meio de campo. Para relaxar um pouco e esquecer as dúvidas, o português do Iranduba resolveu pescar ontem à tarde, para depois, é claro, bater com o garfo no beiço. “Pescamos algumas sardinhas. É um peixe delicioso”. 

Em clima de concentração total, Luis Miguel preferiu o silêncio sobre o jogo e o mistério na escalação. Equipe e comissão técnica do Tufão estão hospedados no Taj Mahal Hotel, Centro, com direito a restaurante giratório e vista panorâmica da cidade. A ordem, aliás, era não falar com a imprensa. O treinador não atendeu ao celular. Sabe-se, porém, que uma dúvida cruel lhe perturba a cabeça: o atacante Clailson, um dos principais trunfos do time ainda sente dores no tornozelo. O único que falou foi o lateral Sidmar Gro, mas não ajudou muito. “Ninguém sabe, na verdade, quem vai jogar. O professor (Luis) só vai definir mesmo amanhã (hoje), depois do treino”, despista ele, que se recuperou de contratura na coxa e será opção para o segundo tempo.        

Fernando Lage  técnico do Iranduba

1  A Federação Amazonense de Futebol (FAF) resolveu fazer todos os jogos das semifinais no Sesi, alegando falta de segurança no Álvaro Maranhão (Iranduba). Isso é prejudicial à sua equipe?
Acho que sim. Poderíamos jogar com o apoio da torcida. Por outro lado, ainda não jogamos  no Sesi neste returno. Não sabemos das condições atuais do gramado. Mas decidiram assim. Não tem jeito. Vamos ter de jogar no Sesi. O certo seria jogarmos em Iranduba, pois o mando de campo do primeiro jogo é nosso. Quer dizer que no turno e no returno nosso campo (Álvaro Maranhão) serviu a agora não serve mais? 

2 Há algum jogador no São Raimundo que mereça atenção especial?
Todos merecem atenção no São Raimundo. Acho que o forte do São Raimundo é o grupo como um todo. É uma equipe bem treinada, que joga com aplicação tática, tem velocidade nos contra-ataques, faz muitas jogadas abertas pelos flancos, tem jogadores experientes, como Washington. Não podemos vacilar. É uma partida de 180 minutos que precisará de cautela e atenção redobrada. 

3  Na fase de classificação para o returno vocês venceram o Tufão por 2 a 1, em casa. Dá para repetir o placar hoje no Sesi?
Nossa ideia é pressionar logo no início e sair em vantagem. Mas temos que ser atentos na marcação e aproveitar as chances de gol. Aquele que vencemos por 2 a 1  aconteceu em outras circunstâncias. Existia inclusive o risco de rebaixamento. Agora a realidade é outra. Nosso time classificou bem, com boas chances de chegarmos à final. Tudo começa neste jogo de hoje. Esse é o espírito entre os jogadores. Estamos todos motivados para a partida.  

Iranduba X São Raimundo

Iranduba: Diego, João Cara de Toco, Bodão, Farias, Williams (Raul) e Fabrício; Marcos, Rafael Iranduba; Israel Mineiro, Junior e Juan. Técnico Fernado Lage

São Raimundo: Rodrigo, Paulinho, Junior Bahia, Magno, Fofão e Fiti: Rondeinelli, Adelson e Gabriel Mauricélio Mata-Boi (Clailson) e Washignton. Técnico Luis Miguel

Estádio: Roberto Simonsen (Sesi) 

Horário 20h 

Árbitro: Luiz Claudio Rodrigues da Costa

Assistentes: Abson Pantoja de Barros e Francisney de Oliveira da Silva