Publicidade
Esportes
Craque

Setor de bebidas lucra até 100% nas festas de fim de ano

Réveillon é a melhor época do ano para venda de bebidas, segundo distribuidores. Imposto das bebidas terá novo reajuste 01/01/2012 às 10:58
Show 1
As festas de fim de ano competem com carnaval em melhores vendas
Renata Magnenti Manaus

Revendedores de bebidas devem lucrar mais de 100% com a venda de produtos durante as festas de virada do ano. Em uma festa gospel, por exemplo, o revendedor Marcelo Lima vai comercializar a garrafinha de água de 350ml por R$ 2,00, sendo que pagou no produto R$ 0,57 no atacadista Makro.

Além da água, Marcelo irá vender Coca-cola e Fanta, ambas pelo valor de R$ 2,50, sendo que na Coca pagou 1,35 e na Fanta R$ 1,25. Como outros revendedores ele optou por comprar os produtos em uma loja atacadista que vende os produtos em “caixinhas” com 12 unidades.

No mesmo local o dono de uma distribuidora de bebidas da Cidade de Deus, Adriano Parente comprou 400 caixinhas de Brahma e 200 de Skol. “Vou revender as bebidas a ambulantes que vão para Ponta Negra na festa da virada e para donos de mercadinhos”, disse. Na caixa da Brahma pagou R$ 18,84, também no Makro, e vai revender ao valor de R$ 19,50 e na caixa da Skol pagou R$ 18,60 e vai vender por R$ 19,00.

Adriano gastou R$ 10 mil em compras, porém reclama que seu lucro não tem sido positivo. Segundo ele, o ano de 2011 foi desacelerado para o setor e suas vendas caíram 40%.

A mesma reclamação é a do ambulante Silvano de Oliveira que vende bebidas em grandes festas e que pretende estar hoje na festa da virada na Ponta Negra. Entretanto, o lucro dele chega a R$ 1,17. Ele compra caixinhas de Brahma por R$ 22,00, em uma distribuidora no bairro da Compensa, cada lata saiu por R$ 1,83 e venderá a unidade por R$ 3,00. A caixa do refrigerante custou R$ 17,00 e cada lata também será vendida a R$ 3,00.

No DB, a caixa da cerveja Kaiser sai por R$ 17,40, e a Brahma e Skol por R$ 19,08. Este também é o valor da caixa da Brahma (R$ 19,08) no supermercado Carrefour, a Skol está R$ 19,80 e Kaiser 16,56.

Imposto pesado
Em abril, o governo federal elevou o IPI e PIS de bebidas como cervejas, sucos, refrigerantes e energéticos, que sofreram alteração de preços em até 15%. Em abril de 2012, começará o aumento em 5% no ICMS sobre bebidas e cigarros, medida editada pelo governo do Estado.