Publicidade
Esportes
Craque

Showbol: Flamengo e Fluminense goleiam Nacional e Botafogo

O primeiro dia do torneio foi marcado pelos placares elásticos, que já viraram inclusive marcas registradas da modalidade 18/04/2012 às 08:48
Show 1
O habilidoso Djalminha do Flamengo passa por dois marcadores e arruma briga
Adan Garantizado Manaus

O primeiro dia do torneio Rio-Manaus de showbol foi marcado pelos placares elásticos, que já viraram inclusive marcas registradas da modalidade. A maior goleada da noite ficou por conta do Flamengo. O Rubro Negro carioca não tomou conhecimento do Nacional e trucidou o Leão da Vila por 12 a 3.

O destaque da partida foi o atacante Djalminha, que anotou nada menos que sete gols. Mas, além de preservar sua habilidade, o jogador também mostrou que seu lado polêmico continua bem vivo. No fim da primeira etapa ele protagonizou uma confusão com César do Nacional. Após receber uma entrada dura do nacionalino no lance anterior, Djalminha revidou com uma cotovelada. A jogada seguiu e ele anotou o o sexto gol do Fla. O árbitro Oscar Roberto Godói não contou conversa e mostrou o cartão azul para dupla (dois minutos fora do jogo).

Antes do problema, o Urubu já ganhava com folgas. O próprio Djalminha já havia anotada 4 gols e Maurinho fez o 5º. Antes de a primeira etapa terminar Athirson ainda fez o sétimo. Na segunda etapa, o Nacional tentou reagir, marcando com Marcelinho e Pedrinho (duas vezes). Mas, o Flamengo garantiu a alegria de sua torcida (que compareceu em grande número à Arena Amadeu Teixeira), com Paulinho, Athirson, Pelé, e o polêmico Djalminha duas vezes, completando o 12 a 3.


Tricolor goleia Bota
No jogo de abertura da competição, o Fluminense fez 8 a 4 no Botafogo. Bruno Reis (4 vezes), Cadu (2 gols) Alex Dias e Léo Guerra marcaram para o Flu. Juninho (3 vezes) e Max, descontaram para o Glorioso, que é comandado por Maurício, ídolo dos botafoguenses por ter tirado o time da fila marcando o gol do título carioca de 1989 sobre o Flamengo. Os derrotados de ontem terão a chance de se redimir hoje. Às 20h, o Botafogo encara o Rio Negro. Já às 21h, é a vez do Nacional medir forças contra o Vasco.